Assine Já
segunda, 21 de setembro de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
ondas gigantes

Surfistas se animam com previsão de ondas gigantes

Formações de até cinco metros já inspiram imaginário por manobras 

12 agosto 2017 - 13h59Por Rodrigo Branco | Foto: Fernanda Carriço
Surfistas se animam com previsão de ondas gigantes

A combinação entre uma frente fria no Estado do Rio e a atuação de um ciclone no Oceano Atlântico, desde ontem, provoca uma ressaca no litoral do estado. De acordo com o Centro de Hidrografia da Marinha, o fenômeno deve se intensificar a partir de hoje e atingir o ápice amanhã, quando as ondas devem ficar entre quatro e cinco metros de altura. A notícia deixou os surfistas em polvorosa e, ontem, muitos já arriscavam suas manobras na Praia do Forte, em Cabo Frio.

Nos grupos de WhatsApp dedicados ao esporte, era grande a empolgação e muitos trocavam informações. Com mais de 35 anos de praia, Guilherme Henrique, de 54, diz que o evento natural previsto para os próximos  dias é incomum e que acontecia anteriormente com mais frequência. Ele aposta nas melhores formações para a Praia Grande, em Arraial do Cabo.

– É algo bem atípico e interessante. Isso vai se estender por vários dias. O pessoal está amarradão. Na empolgação pela adrenalina de pegar uma onda grande. Mas, depois da ressaca, o mar sempre fica melhor – opina Guilherme.

Se o experiente surfista acredita que as ondas gigantes desses dias vão primar mais pela altura do que propriamente pela qualidade, a bodyboarder Isabel Moraes, 24, diz que as condições serão perfeitas para a prática da sua modalidade.

– Para surfar de ‘body’(board) é o ideal porque precisamos que nos jogue para o alto para mandar a manobra, então a gente precisa que ela esteja com bastante pressão e bem alta – diz a moça.

O profissional de Hotelaria Igor Bressoux, 29, surfa como hobby desde os 15 anos. Ele também está ansioso com a possibilidades de pegar uma das ‘superondas’ previstas, mas espera que o clima dê uma força.

– Tomara que não dê muito vento porque ele estraga. Tem uma previsão de um vento meio chato. Tomara que mude. Ou então que a ressaca dure até o vento parar – aguarda Bressoux.

Nativo de Arraial, o surfista Raul Arrabal, 38, confirma que a Praia Grande não será para iniciantes.

– As condições do mar estão muito extremas. Não é recomendado para nível intermediário, só para os experientes. Mesmo assim não acho que vá ficar cheio – comenta Arrabal. 

Autoridades alertam sobre perigo de ficar nas pedras

Se, para os surfistas, o mar vai estar nas condições praticamente ideais para a prática do esporte, para as demais atividades e os banhistas em geral, as autoridades recomendam atenção. Segundo o comandante do 18º Grupamento de Bombeiro Militar (18º GBM), tenente-coronel Cássio Capelli, o principal risco durante os períodos de ressaca é para quem costuma ficar nas pedras, principalmente para pescar.

– A grande estatística de vítimas fatais acontece em cantos de pedras, principalmente, de pescadores – avisa.

O comandante pede ainda que os frequentadores das praias procurem ficar próximos dos postos de guardas-vidas. Ele garantiu que a equipe está em regime de prontidão até a próxima segunda-feira. Motos aquáticas e quadriciclos estão sendo usados para ronda e qualquer outra eventualidade.

– Para a praia ser segura, na hora de dar mergulho, é preciso tomar precauções. O melhor é levar o baldinho e ficar na beira da – avisa Capelli.

A Defesa Civil Municipal emitiu uma nota reforçando as recomendações do Corpo de Bombeiros. Segundo o coordenador Carlos Ernesto Dornellas, os banhistas precisam ficar ligados na sinalização do mar. Haverá bandeiras de alerta e placas de orientação nas principais praias de Cabo Frio, como na orla do Forte, Peró, Casuarina, Foguete e Conchas.

– É muito importante que as pessoas obedeçam às bandeiras e placas de sinalização e, principalmente, acatem todas as orientações dos guarda-vidas – informou Carlos Ernesto.

Por sua vez, a agência da Capitania dos Portos de Cabo Frio já informou às colônias de pescadores e às marinas as condições do mar para os próximos dias. Segundo a reportagem apurou, não há proibição formal para os passeios de barco em Cabo Frio, Arraial e Búzios. As condições do vento e do mar serão avaliadas diariamente.