Assine Já
segunda, 21 de setembro de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7847 Óbitos: 412
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 473 10
Arraial do Cabo 231 13
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1284 51
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Detran

Sobrecarga em novo sistema do Detran ainda prejudica autoescolas e alunos

Uma semana após implantação da nova biometria, dor de cabeça continua

14 abril 2016 - 15h44Por Rodrigo Branco
Sobrecarga em novo sistema do Detran ainda prejudica autoescolas e alunos

Adesivo nos carros deixa explícito descontentamento com programa (Rodrigo Branco)

Uma semana após a adoção do novo sistema biométrico do Detran para o registro de aulas práticas e teóricas nas autoescolas de todo o estado, os transtornos com o novo programa, CFC Web, continuam.

Instrutores de estabelecimentos da capital fizeram, inclusive, um protesto em frente à sede geral do órgão, na capital. Em Cabo Frio, nova manifestação está descartada por enquanto, o que não significa que a irritação dos instrutores, alunos e donos de autoescolas esteja menor.

– Está muito complicado. Todo mundo tendo problema com abertura de aula. Estou com instrutores parados há mais de oito dias. Semana passada ninguém trabalhou. Ontem (anteontem) trabalhou meia bomba. Hoje (ontem) não conseguimos abrir (aula) teórico. O meu irmão até está em outra autoescola para ver se consegue entender melhor o sistema, mas está difícil – reclama Marcos Pimentel, dono da autoescola Sonia, em São Cristóvão.

De acordo com o empresário, além das dificuldades com o novo software, é preciso lidar com a insatisfação de muitos alunos que acabam culpando a autoescola.

– O cadastramento está até legal, mas o problema é abrir aula e não conseguir fechar. E agora é online. Qualquer problema que der na internet, o aluno perde a aula – conclui Pimentel.

Aguardando pacientemente a vez e sem a garantia de que conseguiria fazer a aula, o vendedor Márcio Alves, 38, estava apreensivo pois seu processo para obtenção da carteira vence no mês que vem.

– No momento estou desempregado e dependo de uma carteira para conseguir emprego. Já até dispensei trabalho porque não consegui tirar carteira. Tem vezes que a gente vem e tem aula, e tem vezes que não tem. É bem complicado – preocupa-se Márcio.

Instrutora da autoescola Raphael, também em São Cristóvão, Carla Braga afirma que precisou trabalhar no fim de semana, quando outros estabelecimentos estão fechados, para fazer o cadastramento dos alunos.

– As aulas estão muito devagar. Aqui em Cabo Frio não temos suporte. Mandamos e-mail e não nos dão retorno. Tive que vir para cá no domingo, deixar a família de lado, para cadastrar alunos – relata.

De acordo com o Detran, a exigência da utilização do novo sistema está mantida, pois não tem como o Detran permitir a utilização de um sistema passível de fraudes como o anterior. Segundo o órgão, as autoescolas tiveram dez meses para migarar para o novo sistema, mas fizeram ‘de última hora’.

O Detran informou ainda que mais de 80% das 905 autoescolas do estado estão operando normalmente com o CFC Web e que está oferecendo ‘todo o suporte’ para que as autoescolas retardatárias voltem a dar aulas.