Assine Já
sexta, 07 de agosto de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
14ºmin
Alerj
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 4771 Óbitos: 282
Confirmados Óbitos
Araruama 820 56
Armação dos Búzios 357 9
Arraial do Cabo 120 12
Cabo Frio 1563 93
Iguaba Grande 334 23
São Pedro da Aldeia 744 39
Saquarema 833 50
Últimas notícias sobre a COVID-19
Saúde

Sindicatos vão denunciar prefeitura de Cabo Frio no Ministério Público

Motivo é qualidade das refeições servidas nas unidades municipais de Saúde

28 novembro 2015 - 14h15
Sindicatos vão denunciar prefeitura de Cabo Frio no Ministério Público

O Sindicato dos Servidores da Saúde (SindSaúde) em conjunto com o Sindicato dos Servidores da Saúde de Cabo Frio (Sindicaf) vão entrar com representação contra a prefeitura e a Denajud, empresa que fornece as refeições de toda a rede municipal de Saúde, para denunciar a má qualidade da comida. Causou revolta, ontem, nas redes sociais, as fotos publicadas do cardápio servido para pacientes e funcionários: arroz, feijão e dois ovos cozidos. O fato se repetiu em diferentes unidades municipais como os hospitais São José Operário, em São Cristóvão; Otime Cardoso dos Santos, no Jardim Esperança e no núcleo de Saúde da Família do Manoel Corrêa.

A empresa alega que a prefeitura deve dez meses pelo fornecimento das refeições, mas segundo informações do portal da transparência consta o pagamento de mais de R$ 9,5 milhões desde o ano passado. Segundo o portal, em 2014, teriam sido pagos à empresa mais de R$ 6,5 milhões, enquanto este ano, seriam mais de R$ 3 milhões. 

– É uma falta de respeito muito grande com todos os profissionais de saúde. Esse prefeito não tem compromisso com a saúde dos moradores de Cabo Frio, porque servir a comida que foi servida hoje (ontem), entre outros, é uma prova disso – disparou o presidente do SindSaúde, Gelcimar Almeida, o Mazinho.

Leia a matéria completa na edição impressa deste fim de semana da Folha dos Lagos.