Assine Já
domingo, 26 de setembro de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 51256 Óbitos: 2089
Confirmados Óbitos
Araruama 12211 437
Armação dos Búzios 6305 64
Arraial do Cabo 1689 90
Cabo Frio 14244 839
Iguaba Grande 5384 138
São Pedro da Aldeia 6892 286
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
tamoios

Sindicato dos taxistas pede atenção ao Segundo Distrito

Deficiência na mobilidade urbana é motivo de reclamação

20 janeiro 2017 - 20h36Por Gabriel Tinoco
Sindicato dos taxistas pede atenção ao Segundo Distrito

No auditório da Folha, no debate sobre a regulamentação do Uber, o representante dos taxistas do segundo distrito de Cabo Frio, Edson Santana, cobra mais atenção do governo para o trânsito de Tamoios. Ele também aproveitou para se posicionar contra a atuação do Uber na cidade.

– A maior dificuldade se encontra no transporte precário e nos valores: o custo é muito alto para as empresas de ônibus e de alguns veículos que fazem transporte na região. O Uber tem um leque muito grande para atuar pela deficiência da fiscalização do Poder Público e pelos valores altos. Sou contra a legalização do Uber. Mas sou a favor que contemple motoristas auxiliares, que hoje atuam como taxistas – disse.

O sindicalista vê a demanda pelo transporte crescer no Segundo Distrito.

– Temos 11 táxis em Tamoios. Hoje a deficiência é muito grande. Nós dependemos de mais táxis atuando aqui. Hoje, temos um shopping, com duas salas de cinema, uma UPA, um hospital, vários postos de saúde... Todos precisam ser atendidos pelos táxis.

Ele também ressalta a elaboração de um estudo para ordenar o trânsito do lugar.

– O transporte de Tamoios precisa ser estudado, com ordem e decência, para que se faça o certo. Muitas pessoas deixam de ser atendidas. Por isso, o transporte alternativo vai se multiplicando. Há índices de acidentes, sinais de trânsito com problemas, locais de engarrafamento. É preciso ter um olhar diferenciado para Tamoios, porque Tamoios já virou uma cidade. Hoje, temos 100 mil habitantes – conta.