Assine Já
sexta, 18 de setembro de 2020
Região dos Lagos
30ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7483 Óbitos: 397
Confirmados Óbitos
Araruama 1452 99
Armação dos Búzios 466 10
Arraial do Cabo 201 13
Cabo Frio 2467 130
Iguaba Grande 622 34
São Pedro da Aldeia 1153 50
Saquarema 1122 61
Últimas notícias sobre a COVID-19
Sindicaf

Sindicato de Cabo Frio quer bloqueio de contas municipais

Medida quer garantir pagamento de salário de dezembro, que ainda não foi depositado

20 janeiro 2016 - 09h43
Sindicato de Cabo Frio quer bloqueio de contas municipais
O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Cabo Frio (Sindicaf) ingressou com pedido de liminar de processo em que é solicitado o bloqueio de todas as contas bancárias da Prefeitura. A medida quer garantoir o pagamento de salário dos servidores referente ao mês de dezembro, que até esta quarta-feira (20) não foi depositado. A data limite dada pela justiça a pedido de liminar do Sindicato dos Profissionais da Educação, que era de 72 horas, expirou ontem.
 
Na Ação Civil Pública - processo nº 0026510-90.2015.8.19.0011 – o sindicado requer da Prefeitura e do Instituto de Benefícios e Assistência aos Servidores Municipais de Cabo Frio (IBASCAF) o pagamento da gratificação natalina (13º salário), a regularização do sistema remuneratório e de benefícios
 
Olney Vianna, presidente do Sindicaf afirmou ainda que solicitou a indicação de dois servidores representantes do sindicato para o acompanhamento dos pagamentos junto às secretarias municipais de Administração e Fazenda, “visando desta forma, garantir seja feito o pagamento de todos os servidores que até a presente data ainda não receberam seus pagamentos referentes ao mês de dezembro”.
 
Em nota divulgada nas mídias sociais e para a imprensa, Olney explicou também que o sindicato está criando um calendário de assembleias gerais extraordinárias para realizar reuniões por segmentos funcionais como saúde (em conjunto com o SindSaúde), fiscalização, pessoal administrativo e operacional, motoristas, mecânicos e operadores de máquinas, agentes de posturas e vigias e, por fim, com os profissionais da educação.
.