Assine Já
domingo, 26 de setembro de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 51256 Óbitos: 2089
Confirmados Óbitos
Araruama 12211 437
Armação dos Búzios 6305 64
Arraial do Cabo 1689 90
Cabo Frio 14244 839
Iguaba Grande 5384 138
São Pedro da Aldeia 6892 286
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
shopping

Shopping Park Lagos reconhece problema com proliferação de algas na Lagoa de Araruama

Shopping receberá duas multas e terá que apresentar plano de contingência

11 agosto 2014 - 17h05
Shopping Park Lagos reconhece problema com proliferação de algas na Lagoa de Araruama
Depois de uma proliferação de algas formar um tapete verde na Lagoa de Araruama, na altura das Palmeiras, em Cabo Frio, o Shopping Park Lagos reconheceu que identificou um problema em uma de sua bombas elevatórias de esgoto. De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente, Jaílton Dias Nogueira, o shopping receberá duas multas: uma por conta da falha no equipamento e outra pelo impacto ambiental. O valor não foi revelado. O empreendimento tem 12 dias para apresentar à prefeitura um plano de contingência ambiental. O documento terá de ser aprovado pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente.
A Folha dos Lagos antecipou na edição deste fim de semana que o 'tapete verde' foi ocasionado por falha do shopping. Com a redução de oxigênio da água, houve morte de peixes e crustáceos. "Informamos que identificamos um problema técnico em uma das bombas da elevatória de esgoto e o problema foi solucionado antes mesmo de sermos acionados. O Shopping Park Lagos ressalta a preocupação em estar sempre dentro das normas técnicas de preservação do ecossistema", diz nota enviada na tarde desta segunda-feira (11).
O secretário de Meio Ambiente garante que a prefeitura tem reforçado a fiscalização.
- A prefeitura trabalha há dois meses na fiscalização de valas, manilhas e lançamanto irregular de esgoto no Canal do Itajuru. Com o projeto de 'cinturão da lagoa', fazemos um amplo sistema de proteção para impedir lançamento de esgoto - afirmou. 
De acordo com a Prolagos, uma vistoria foi realizada no local e não foi encontrado qualquer indício de mau funcionamento do sistema de coleta a seco. O problema indignou ambientalistas e moradores.Não bastasse a mortandade na fauna, é forte o odor produzido pela decomposição das algas.
- O nome desse tapete é eutrofização, que é a proliferação de algas causadas pelo aumento de nutrientes na água - afirmou Daniel Ribeiro, ambientalista e líder do Movimento Lagoa Limpa.