Assine Já
sábado, 19 de setembro de 2020
Região dos Lagos
31ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
estado de greve

Servidores municipais decidem entrar em estado de greve

Resolução foi tomada em assembleia realizada na noite desta quarta (16)

17 agosto 2017 - 07h20Por Redação | Divulgação
Servidores municipais decidem entrar em estado de greve

Os servidores municipais de Cabo Frio, com exceção dos da Educação, estão em estado de greve desde a noite desta quarta-feira (16). A decisão foi tomada durante uma assembleia extraordinária realizada em uma escola de São Cristóvão. A reunião foi convocada pelo Sindicato dos Servidores de Cabo Frio (Sindicaf); pelo Sindicato dos servidores da Saúde (SindSaúde) e pela Associação dos Fiscais Municipais (AFM).

Também ficou decidido que cinco dias antes do pagamento, será enviado um comunicando à prefeitura e à população, informando que, se os servidores não receberem o salário de agosto até o quinto dia útil do mês que vem (8 de setembro), juntamente com as parcelas restantes dos salários atrasados da última gestão, haverá paralisação das atividades. Também foi determinada a criação de comissões de mobilização para as greves.

Além das resoluções tomadas, os servidores tentarão marcar uma reunião com o secretário municipal de Saúde, Roberto Pillar, para discutir a situação. 

Em nota, a prefeitura informou que o secretário de Saúde está à disposição para receber a representação dos servidores. No texto, a gestão municipal afirma que o pagamento dos servidores deste ano está em dia e que vem empenhando todos os esforços para regularizar os pagamentos deixados em atraso pela gestão passada e pagar, no menor prazo possível, os proventos atuais.

Leia abaixo a íntegra da nota da prefeitura:

"O secretário de Saúde está à disposição para receber a representação dos servidores.

A Prefeitura informa que o pagamento dos servidores deste ano está em dia e que vem empenhando todos os esforços para regularizar os pagamentos deixados em atraso pela gestão passada e pagar, no menor prazo possível, os proventos atuais.

A variação nas datas de pagamento ocorre em virtude da necessidade de continuar pagando salários deixados em atraso pelo governo anterior, o que vem sufocando as contas do município em um período de diminuição na arrecadação. A Prefeitura reitera que todas as reservas financeiras disponíveis desde o início do ano foram utilizadas para amortizar a dívida deixada, o que descapitalizou os cofres públicos.

Desde o início do atual governo, todos os recursos disponíveis no caixa municipal estão sendo utilizados para pagamento dos servidores e manutenção dos serviços essenciais. Prova disso é que, na virada do ano, hospitais estavam fechados, os alunos da rede municipal não haviam concluído o ano letivo e a cidade estava tomada de lixo. Com muito esforço, todos esses problemas foram solucionados, e mesmo com dificuldades financeiras, a cidade saiu do caos. 

O respeito aos servidores públicos fica evidente com a utilização da maior parte dos recursos arrecadados no pagamento dos salários atuais e dos salários do ano passado. No entanto, devido à grave situação deixada pela gestão anterior, os esforços realizados ainda não foram suficientes para resolver todos os problemas do passado.

O compromisso do governo municipal é seguir trabalhando de forma incansável até que esta página seja totalmente virada em nossa cidade."

(*) Matéria atualizada com posicionamento da prefeitura em 17/8 às 11:16 h.