Assine Já
sexta, 15 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
28ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
servidores

Servidores endurecem com o governo

Em assembleia, funcionalismo decide ir à justiça cobrar cumprimento de decisão judicial

19 janeiro 2017 - 00h59
Servidores endurecem com o governo

 Durou pouco a lua de mel entre servidores e governo. Em assembleia na noite de ontem, o funcionalismo decidiu ir à Justiça cobrar o cumpri­mento da decisão judicial que dispo­nibiliza até 75% do orçamento mu­nicipal para pagamento de pessoal. Caso a decisão não seja cumprida pelo governo, os servidores irão pedir bloqueio de bens da Prefeitura.

A base do funcionalismo, no entan­to, está dividida. Educação e aposen­tados e pensionistas já estavam em negociações separadas, mas agora Guarda Municipal e Saúde também decidiram sair da tutela do Sindicaf e costuram acordos com o governo em separado. A Saúde, por exemplo, conseguiu rascunhar uma proposta de pagamento na tarde de ontem, proposta essa que foi assinada pelo prefeito Marquinho Mendes (PMDB) e será levada para discussão em assembleia que acontece na segunda, mesma data em que os guardas se reú­nem para debater o futuro.

O funcionalismo representado pelo Sindicaf, por sua vez, prepara um ato de protesto contra o governo para a manhã de amanhã, em frente à Prefeitura.