Assine Já
sábado, 11 de julho de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
16ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Suspeitos: 344 Confirmados: 3386 Óbitos: 195
Suspeitos: 344 Confirmados: 3386 Óbitos: 195
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 274 658 42
Armação dos Búzios X 272 7
Arraial do Cabo 16 84 11
Cabo Frio X 1035 63
Iguaba Grande 12 241 20
São Pedro da Aldeia 10 530 19
Saquarema 32 566 33
Últimas notícias sobre a COVID-19
Educação

Servidores afirmam que greve só acaba após receberem 13°

Ano letivo de 2015 pendente e matrículas suspensas na Educação em Cabo Frio

05 janeiro 2016 - 09h46

 Os profissionais da Educação de Cabo Frio, em greve desde o dia 8 de dezembro devido aos sucessivos atrasos no paga­mento de salários, só retornam às salas após recebimento total do 13° que foi parcelado em cinco vezes. Por conta disso, o ano letivo de 2015 está penden­te e as novas matrículas estão suspensas. A afirmação é da professora Denize Alvarenga, que confirmou nova assembleia da categoria para a próxima sexta-feira, às 18h, na Escola Municipal Edilson Duarte. On­tem, o Sindicato da Educação (Sepe Lagos) protocolou na Prefeitura de Cabo Frio pedido de abertura das negociações.

 – Somente 3° e 9° anos fo­ram encerrados  encerrados para não pre­judicar quem passou em vesti­bular. Enquanto não pagar não voltamos, mas as decisões são tomadas em assembleia e pode ser que isso mude – explicou Denize, acrescentando que 70% das escolas de Cabo Frio estão paralisadas.

Segundo ela, desde o início da greve, o governo municpal se recusa a chamar a categoria para negociação. Mas, se em terras cabofrien­ses, os protestos e greves mar­caram os últimos cinco meses do ano passado para o governo municipal – além da Educação cruzaram os braços os fun­cionários da limpeza urbana, guardas municipais, Saúde – o mesmo não se pode dizer de ci­dades vizinhas.

Exemplo é o que ocorre em Arraial do Cabo, que de acordo com a prefeitura encerrou 2015 com “saldo positivo” tendo pago o salário de dezembro a todo o funcionalismo no penúl­timo dia do ano e o 13° salário em cota única. De acordo com a nota, o prefeito Wanderson Cardoso de Brito adotou medi­das de contenção de despesas como alternativa para tentar manter as contas em dia. Uma delas foi a redução de 15% dos contratos com fornecedores.