Assine Já
sábado, 31 de julho de 2021
Região dos Lagos
18ºmax
12ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 46181 Óbitos: 1868
Confirmados Óbitos
Araruama 11325 353
Armação dos Búzios 5463 57
Arraial do Cabo 1574 87
Cabo Frio 12663 757
Iguaba Grande 4763 115
São Pedro da Aldeia 6144 273
Saquarema 4249 226
Últimas notícias sobre a COVID-19
LUTO NA EDUCAÇÃO

Servidora morre de infarto e colegas acusam Secretaria Estadual de Educação de exonerá-la sem aviso

Seeduc nega acusações e diz que coordenadora sofria de cardiopatia e hipertensão

15 junho 2021 - 15h58Por Redação

A coordenadora de Diversidade e Inclusão Educacional da Superintendência Pedagógica da Secretaria Estadual de Educação (Seeduc) Eliane Martins Dantas, de 66 anos, morreu nesta segunda-feira (14), após sofrer um infarto no próprio local de trabalho. A morte da professora causou comoção nas redes sociais, onde houve acusações de que Eliane passou mal ao descobrir que teria sido exonerada e encontrado a substituta já trabalhando no seu lugar.

Em contato feito pela reportagem da Folha, a Seeduc negou as acusações, que circularam em grupos de WhatsApp ao longo desta terça-feira (15). A pasta disse que "lamenta profundamente a perda da servidora Eliane Martins Dantas" e que a profissional tinha hipertensão e cardiopatia.

A Seeduc completou dizendo que, logo pela manhã, ao chegar ao trabalho, relatou que não estava se sentindo bem. A secretaria disse que ela recebeu a devida assistência dos Bombeiros que ficam na sede da Secretaria, o que não foi suficiente para evitar o falecimento.

O Sindicato dos Profissionais da Educação do Estado do Rio de Janeiro (Sepe RJ) emitiram uma nota de pesar, na qual a direção da entidade "presta total solidariedade aos familiares e amigos da professora Eliane Martins Dantas, que trabalhava na sede da Seeduc". No texto, não houve referências nem acusações quanto às circunstâncias da morte da servidora. A Secretaria Estadual de Educação também fez uma postagem lamentando a morte de Eliane.

Recentemente, a pasta sofreu mudanças em sua cúpula, com a saída de Comte Bittencourt para a entrada de Alexandre Valle. 

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.