Assine Já
quinta, 26 de novembro de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 11737 Óbitos: 538
Confirmados Óbitos
Araruama 2347 117
Armação dos Búzios 1060 16
Arraial do Cabo 364 16
Cabo Frio 3625 181
Iguaba Grande 1069 40
São Pedro da Aldeia 1801 76
Saquarema 1471 92
Últimas notícias sobre a COVID-19
Sepe

Sepe Lagos vai dar continuidade à paralisação até 13º salário sair

Categoria aprova manifestação na porta da Câmara Municipal nesta terça-feira

22 dezembro 2015 - 09h51

A Prefeitura de Cabo Frio anunciou, por meio de nota, na manhã de ontem, o pagamento do salário referente a novembro de todos os servidores. Mas isso não foi suficiente para conter a insatisfação de diversas classes do funcionalismo com o governo. Pela manhã, coletores protestaram espalhando lixo pela cidade (matéria na página 5) e anunciaram greve; no início da noite, o Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe Lagos), em assembleia, votou por continuar a paralisação até que o 13º caia na conta.

A revolta vai culminar, mais uma vez, em frente à sede do poder em Cabo Frio. Um ato que vai reunir professores, garis, funcionários da Saúde, da Postura, dentre outros, está marcado para a manhã de hoje. Depois dali, como de costume, os servidores devem marchar até a Câmara, onde assistirão a sessão e mais uma vez cobrarão posicionaento dos vereadores.

– A greve continua até o pagamento do 13º, que tinha prazo até o dia 20, e que se pague a todo mundo, sem exceção. Os profissionais da Educação que estão de licença-médica, por exemplo, não receberam o salário referente a novembro, que a Prefeitura disse que pagou a todos. A secretária de Educação disse que vai pagar apenas os contratados entre o dia 28 e o dia 7 de janeiro. Os efetivos receberão depois disso.

 

*Leia a matéria completa na edição impressa desta terça-feira (22)