Assine Já
domingo, 17 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
30ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
Geral

Semana Santa traz boas perspectivas em Cabo Frio

Comércio espera aumento de 30% nas vendas e hotelaria, ocupação quase total de leitos

05 abril 2019 - 09h06
Semana Santa traz boas perspectivas em Cabo Frio

RODRIGO BRANCO

O empresariado cabofriense esfrega as mãos com a proximidade da Semana Santa, daqui a 14 dias. Para este ano, as perspectivas de representantes de setores econômicos da cidade com o movimento de turistas são as melhores possíveis. No setor de hotelaria, a estimativa é de 95% das vagas ocupadas. O presidente da Associação de Hotéis, Gastronomia, Comércio e Turismo de Cabo Frio, Carlos Cunha aposta as fichas na espécie de ‘folga prolongada’ de quase uma semana, por causa da proximidade da data cristã com o dia 23, dedicado à São Jorge, que é feriado estadual.

– A Semana Santa é um dos melhores feriados da baixa temporada e aí a gente espera manter a taxa de ocupação dos últimos anos, que foi de 95%. E são dois feriados na sequência, porque o dia 23 está bem próximo da Semana Santa. Então a gente espera que tenha um bom movimento de quinta a domingo e, depois, haja a troca de uma leva de hóspedes por outra, mesmo com movimento menor, de 80% de 90%, até a terça-feira – vislumbra o empresário.

Recém-empossada no cargo de presidente da Associação Comercial e Industrial de Cabo Frio (Acia), Patrícia Cardinot não economiza no otimismo com relação à expectativa no aumento das vendas no varejo que, para ela, deve ficar na casa dos 30%. Curiosamente, no ramo de atividade em que atua, o imobiliário, a empresária afirma que a procura para locação de temporada ainda está tímida.

– Acho que a cidade tem tudo para o comércio ser beneficiado. Pelo que sei, em abril, a prefeitura e a Secretaria de Turismo irão realizar vários eventos e isso, com certeza, fortalecerá e vai gerar a vinda de turistas gerando fluxo nos comércios locais e na rede hoteleira. É o que esperamos – disse Patrícia.

Para Maria Inés Oliveros, do Convention & Visitors Bureau, o ‘veranico’ de outono, com altas temperaturas em uma época em que elas já deveriam estar mais amenas, pode contribuir com um movimento maior de turistas. Ela também acredita que a cidade vai colher os frutos da divulgação em feiras fora do Estado do Rio.

– A princípio, a gente tem uma expectativa boa, até porque nesse ano, a gente não tem muitos feriados. Semana Santa é um feriado familiar. Além de vir muitos cariocas e mineiros, agora a gente está recebendo muitos paulistas, com esse trabalho de divulgação. A expectativa é que tenha uma boa ocupação (na hotelaria). E com esse ‘verãozinho’ continuando, com muito calor e a água morninha, também vai atrair bastante gente – aposta Maria Inés. 

Outros municípios mais devagar – Nos municípios vizinhos a Cabo Frio, Arraial do Cabo e Búzios, o sentimento é mais comedido e cauteloso em relação ao movimento da Semana Santa. Pelo menos, por enquanto. Segundo a Prefeitura de Arraial, no momento, a ocupação da rede hoteleira está em torno de 70%, mas as reservas continuam com alta procura. 

Em Búzios, ainda não há um número fechado sobre o percentual de leitos ocupados, segundo o presidente da Associação de Hotéis da cidade, Hector Sireira. Segundo eles, em alguns estabelecimentos, quase todos os pacotes para o período foram fechados ao passo que em outros, espera-se o movimento de última hora.

– A Semana Santa é um feriado que atrai muito o mercado nacional. Muitas pessoas deixam para a última hora as reservas. Há hotéis que só trabalham com um mix de turistas do exterior, e esses já estão com as vagas quase todas preenchidas, e aí só restaria a parte do mercado nacional – avalia.
Shows em Búzios e Festival da Lula de Arraial são apostas para atrair público – Boa gastronomia típica e grandes atrações musicais é a receita em que apostam Arraial do Cabo e Búzios para atrair o maior número de visitantes possível durante o feriadão da Semana Santa. No município cabista, como em outros anos, a atração principal é o mais que tradicional Festival da Lula, que este ano estreia um novo formato, descentralizado em cinco pontos, sendo o principal na Praia dos Anjos.

De acordo com a prefeitura, são esperadas 150 mil pessoas durante o festival. O evento vai acontecer em grande escala, em média 30 mil pessoas na Praia dos Anjos, e 5 mil em cada ponto: Praia Grande, Prainha, Praça de Monte Alto e Praça de Figueira. O cardápio inclui ainda shows de medalhões da música brasileira no palco principal: George Israel (dia 18); Toni Garrido (19); Alceu Valença (20) e Banda Celebrare (21).

– Durante todo o feriado da Semana Santa, o Festival Gastronômico da Lula trará shows em todas as localidades. Serão 4 shows na Praia Grande, 4 na Praça de Monte Alto, 4 na Praça de Figueira e 4 na Prainha. E na Praia dos Anjos, temos 6 shows, além apresentação de DJs no palco principal. Vão ter barracas nos locais e os principais restaurantes da cidade também vão participar. A média dos pratos de degustação custam 15 reais e o prato principal o preço é livre. Todos os restaurantes da cidade podem participar, incluindo quiosques – comenta o Secretário de Turismo e Eventos, Olavo Carvalho.

No balneário, não haverá festival de gastronomia, mas a boa música também está garantida, com o evento Búzios Sunset, que acontecerá no canto esquerdo da Praia de Geribá. No palco, se apresentarão Jota Quest (dia 18), Blitz (19) e Toni Garrido (20).