Assine Já
sábado, 26 de setembro de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8076 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 483 10
Arraial do Cabo 242 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 671 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1177 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Prefeitura

Sem receber da prefeitura de Cabo Frio, dono de imóvel tenta impedir acesso a prédio

Atrasos no pagamento da sede da secretaria da Mulher somam R$ 77 mil

06 novembro 2015 - 09h39Por Nicia Carvalho

O proprietário de um imóvel onde funciona a secretaria da Mulher, em Cabo Frio, tentou impedir a entrada de funcioná­rios no prédio devido ao atra­so no pagamento do aluguel. O dono, Carlos Victor Soares, 34 anos, afirma que não recebe o valor acertado por contrato, de R$ 7 mil mensais, desde janeiro deste ano. A Folha tentou con­tato com a assessoria de Comu­nicação da Prefeitura de Cabo Frio, mas não obteve retorno.

– Temos contrato, que não é cumprido, pois o valor que me pagam é de R$ 5.900. Tentei im­pedir a entrada dos funcionários, porque estava protestando pelos meus direitos. Fui ameaçado de prisão pela advogada com seis homens fortemente armados com fuzil. Três viaturas fecha­ram a rua. Nada foi resolvido e ela ameaçou me prender se eu fizesse isso de novo – contou.

Segundo ele, a polícia foi acionada pela advogada secre­taria da Mulher, que funciona atrás do prédio da 126º DP, no Parque Central. De acordo com Carlos Victor, que também é designer, o aluguel do imóvel é a única renda da família, que é composta ainda por mais dois ir­mão, um deles com dois filhos. Sem receber, as dívidas acumu­lam e até agora somam R$ 6 mil no cartão de crédito.

 

*Leia a matéria completa na edição impressa desta sexta-feira (6)