Assine Já
sábado, 11 de julho de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
16ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Suspeitos: 344 Confirmados: 3386 Óbitos: 195
Suspeitos: 344 Confirmados: 3386 Óbitos: 195
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 274 658 42
Armação dos Búzios X 272 7
Arraial do Cabo 16 84 11
Cabo Frio X 1035 63
Iguaba Grande 12 241 20
São Pedro da Aldeia 10 530 19
Saquarema 32 566 33
Últimas notícias sobre a COVID-19
Prefeitura

Sem receber da prefeitura de Cabo Frio, dono de imóvel tenta impedir acesso a prédio

Atrasos no pagamento da sede da secretaria da Mulher somam R$ 77 mil

06 novembro 2015 - 09h39Por Nicia Carvalho

O proprietário de um imóvel onde funciona a secretaria da Mulher, em Cabo Frio, tentou impedir a entrada de funcioná­rios no prédio devido ao atra­so no pagamento do aluguel. O dono, Carlos Victor Soares, 34 anos, afirma que não recebe o valor acertado por contrato, de R$ 7 mil mensais, desde janeiro deste ano. A Folha tentou con­tato com a assessoria de Comu­nicação da Prefeitura de Cabo Frio, mas não obteve retorno.

– Temos contrato, que não é cumprido, pois o valor que me pagam é de R$ 5.900. Tentei im­pedir a entrada dos funcionários, porque estava protestando pelos meus direitos. Fui ameaçado de prisão pela advogada com seis homens fortemente armados com fuzil. Três viaturas fecha­ram a rua. Nada foi resolvido e ela ameaçou me prender se eu fizesse isso de novo – contou.

Segundo ele, a polícia foi acionada pela advogada secre­taria da Mulher, que funciona atrás do prédio da 126º DP, no Parque Central. De acordo com Carlos Victor, que também é designer, o aluguel do imóvel é a única renda da família, que é composta ainda por mais dois ir­mão, um deles com dois filhos. Sem receber, as dívidas acumu­lam e até agora somam R$ 6 mil no cartão de crédito.

 

*Leia a matéria completa na edição impressa desta sexta-feira (6)