Assine Já
terça, 24 de novembro de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 11693 Óbitos: 534
Confirmados Óbitos
Araruama 2347 117
Armação dos Búzios 1025 16
Arraial do Cabo 364 16
Cabo Frio 3625 181
Iguaba Grande 1069 40
São Pedro da Aldeia 1801 75
Saquarema 1462 89
Últimas notícias sobre a COVID-19
Capitania

Segurança reforçada no mar de Cabo Frio

Capitania e Bombeiros estão a postos para eventuais problemas

30 dezembro 2015 - 10h09

O mar que tanto encanta moradores e turistas pode se tornar perigoso, caso as normas de segurança sejam desrespeitadas. E é justamente para coibir os abusos que tanto o Corpo de Bombeiros como a Ca­pitania dos Portos já estão a postos para garantir que as férias não terminem mais cedo para ninguém. Segundo o comandante do 18° GBM, tenente-coronel Leonardo Couri, o esque­ma para o réveillon já está montado, com previsão de aumento de 40 homens no efetivo normal.

Nesse contexto, o nú­mero de guarda-vidas também será ampliado nos postos que ficam nas praias do Forte, Peró e Santo An­tônio, em Tamoios; e na Praia Grande, em Arraial do Cabo. O esquema nas praias já foi posto à prova logo no primeiro fim de semana do verão, quan­do foram registrados 159 atendimentos, sendo 30 no sábado e 129 no domingo.

Atento a isso, apesar do planejamento se estender durante toda a alta tempo­rada, Couri comentou que o período mais crítico será do próximo dia 31 a 3 de janeiro, que coincide com o maior fluxo de visitantes na região. O comandante adiantou que o destaca­mento de Arraial receberá o reforço de uma ambulân­cia, bem como a UPA de Tamoios terá à disposição uma viatura híbrida com enfermeiros. Para o ré­veillon propriamente dito, viaturas ficarão a postos para atendimentos. A novi­dade, contudo, será a pre­sença de duas motos que garantirão a agilidade para os primeiros socorros.

– Conseguimos esse ser­viço de forma inédita, que só tem tinha na festa de Co­pacabana. Ele tem o objeti­vo de chegar mais rápido ao local do acidente, para fazer os primeiros socor­ros, antes da ambulância chegar para fazer o resgate – explicou o comandante.

 

*Leia a mensagem completa na edição impressa desta quarta-feira (30)