Assine Já
sábado, 15 de maio de 2021
Região dos Lagos
24ºmax
16ºmin
Alerj
Alerj
TEMPO REAL Confirmados: 38271 Óbitos: 1463
Confirmados Óbitos
Araruama 9632 300
Armação dos Búzios 4705 57
Arraial do Cabo 1332 69
Cabo Frio 10222 542
Iguaba Grande 3800 93
São Pedro da Aldeia 5306 227
Saquarema 3274 175
Últimas notícias sobre a COVID-19
CONTINUA ATÉ CHEGAR SUBSTITUTO

Secretário estadual de Saúde Alex Bousquet entrega o cargo

Coronel médico dos Bombeiros alegou razões pessoais para a decisão

17 setembro 2020 - 16h53Por Redação

O secretário estadual de Saúde Alex Bousquet entregou o cargo ao governador em exercício, Cláudio Castro (PSC), após quase três meses à frente da pasta. Bousquet, que é coronel médico do Corpo de Bombeiros, alegou motivos pessoais ao pedir o afastamento.

O governo do estado ainda não informou o nome do substituto de, Bousquet que, no entanto, continuará respondendo às demandas da Saúde até que um novo secretário seja nomeado.

Bousquet foi o terceiro nome a comandar a secretaria em pouco mais de quatro meses. O antecessor, o médico Fernando Ferry, ficou apenas 35 dias no cargo. Ele havia substituído Edmar Santos, que é investigado por envolvimento em desvios de recursos para o combate à Covid-19 e chegou a ser preso. Foi liberado, no entanto, após decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A mudança na Saúde ocorre em meio a uma série de modificações promovidas pelo governador em exercício no primeiro escalão. Bousquet havia sido uma das últimas nomeações feitas por Wilson Witzel (PSC), governador afastado por suspeitas de envolvimento no esquema da Saúde. 

Na Polícia Civil, que estava sob o comando do delegado Flávio Brito, assumiu Allan Turnowski. Na Procuradoria-Geral do Estado, Bruno Dubeux substituiu Reinaldo Silveira.

A Controladoria-Geral do Estado, antes liderada por Hormindo Bicudo Neto, agora é comandada por Francisco Ricardo Soares. O delegado federal Marcelo Bertolucci assumiu o Gabinete de Segurança Institucional, que até então era chefiado pelo contra-almirante José Luiz Corrêa.

Na Educação, Pedro Fernandes foi exonerado. Ele é investigado por supostos desvios de recursos em contratos na assistência social.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.