Assine Já
terça, 20 de abril de 2021
Região dos Lagos
26ºmax
19ºmin
Tropical
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 34054 Óbitos: 1273
Confirmados Óbitos
Araruama 8675 279
Armação dos Búzios 4115 54
Arraial do Cabo 1200 64
Cabo Frio 9216 453
Iguaba Grande 3308 82
São Pedro da Aldeia 4728 188
Saquarema 2812 153
Últimas notícias sobre a COVID-19
SISTEMA HÍBRIDO

Secretaria de Educação marca início das aulas na rede pública em Cabo Frio para 10 de maio

Ano letivo de 2021 terá atividades presenciais intercaladas com ensino à distância

24 fevereiro 2021 - 13h35Por Redação

A Secretaria Municipal de Educação de Cabo Frio marcou para 10 de maio o começo gradual das aulas na rede pública. A decisão foi anunciada nesta quarta-feira (24) pelo secretário Flávio Guimarães, que também confirmou que o início do ano de letivo de 2021 será uma semana antes, no dia 3. O município adotará o sistema híbrido, intercalando ensino à distância com atividades presenciais. 

Na avaliação da pasta, os próximos dois meses e meio podem ser suficientes para o planejamento de retomada de parte das atividades, com o cumprimento dos protocolos necessários no combate ao coronavírus. Mas o secretário esclarece que o calendário pode sofrer alterações, de acordo com os dados de transmissão da Covid-19 na cidade e com as orientações das autoridades de saúde. Já o ano letivo de 2020 tem previsão para terminar em 30 de abril, com aulas exclusivamente à distância. 

Segundo Flávio Guimarães, o planejamento para o ano letivo de 2021 é baseado no Plano Norteador, que foi atualizado pela Secretaria Municipal de Educação, e que vai ser apresentado novamente ao Conselho Municipal de Educação para aprovação destas atualizações.

A previsão é de que, a partir de maio, as escolas recebam até 35% dos alunos, divididos conforme a disponibilidade e tamanhos das salas de aula, a distribuição das faixas etárias e outras especificações. Os estudantes de toda a rede serão organizados em quatro grupos, sendo um deles destinado aos que apresentam comorbidades e precisam de atenção especial.

Sindicato critica decisão e diz que faltou diálogo

O anúncio feito pelo governo municipal no fim da manhã desta quarta não agradou aos profissionais da Educação de Cabo Frio. O coordenador do sindicato que representa a categoria (Sepe Lagos), Augusto Rosa, disse que a decisão é 'precipitada' e foi tomada sem conversar com os servidores.

Rosa observou que o governo já encontra dificuldades em conter o surto de Covid apenas com atividades administrativas.

– O anúncio foi feito pelas costas, sem nenhuma mesa de comunicação, fora de qualquer relação de diálogo com a categoria e precipitado, já que a secretaria ainda não resolveu nem a atividade remota.Os alunos estão fazendo as atividades remotas sem professor. Pais e responsáveis com seus filhos fazendo a atividade sem a orientação correta. Metade da rede foi demitida. E agora faz anúncio de retorno já presencial, sem negociar com niguém, sem discutir nenhuma responsabilidade. A secretaria não está contendo o surto de Covid nas escolas com as atividades administrativas. Quatro escolas admitiram publicamente que tiveram surto de Covid nas suas unidades. Não tem protocolo de segurança para o trabalho administrativo – criticou. 

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.