Assine Já
sábado, 11 de julho de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
16ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Suspeitos: 344 Confirmados: 3380 Óbitos: 195
Suspeitos: 344 Confirmados: 3380 Óbitos: 195
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 274 658 42
Armação dos Búzios X 266 7
Arraial do Cabo 16 84 11
Cabo Frio X 1035 63
Iguaba Grande 12 241 20
São Pedro da Aldeia 10 530 19
Saquarema 32 566 33
Últimas notícias sobre a COVID-19
Geral

Sem empréstimo, Cartão Dignidade pode acabar

À Folha, prefeito Alair Corrêa diz que, sem antecipação dos Royalties, passagem volta a ser R$3,30

01 setembro 2015 - 13h11
Sem empréstimo, Cartão Dignidade pode acabar

Segundo o prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa (PP), o Cartão Dignidade, programa que é a 'menina dos olhos' do governo, pode acabar em breve. Mais precisamente dentro de um mês. A afirmação foi feita pelo mandatário em um encontro com jornalistas em seu gabinete, depois da cerimônia de entrega do cargo de secretário de Saúde. Complementando o que havia dito em seu discurso, de que a Prefeitura está com cinco meses de atraso com a Autoviação Salineira, empresa de transporte que atua na cidade, Alair confirmou que, caso o empréstimo previsto em Resolução do Senado Federal a título de antecipação dos royalties, não saia, o valor da tarifa para os beneficiários do sistema subirá dos atuais R$ 1,50 para o valor normal pago pelo restante da população (R$ 3,30) já em 1º de outubro. Sem citar nomes, ele também colocou em risco a manutenção de outros programas sociais e o contrato das empresas prestadoras de serviços essenciais, com a limpeza pública.

– Falo isso porque a empresa (Autoviação Salineira) também tem funcionários que precisam receber, assim como os funcionários da Prefeitura. Então se esses recursos não entrarem, a tarifa voltará ao valor normal agora em outubro – admitiu.

O programa, que é a 'menina dos olhos' do governo e um dos principais compromissos de campanha do então candidato Alair, já tinha sofrido um baque no fim de março, quando por conta da atual crise financeira, a tarifa sofreu um reajuste de 200%, passando de R$ 0,50 para R$ 1,50.

ASSINE a Folha por apenas R$ 19,90 ao mês e ganhe descontos exclusivos no comércio de Cabo Frio.