terça, 27 de fevereiro de 2024
terça, 27 de fevereiro de 2024
Cabo Frio
25°C
park logs
Park Lagos mobile
NÃO REABRE AGORA

São Pedro da Aldeia decide manter comércio fechado até 5 de abril

Prefeitura e Associação Comercial vão estudar ações para reduzir impacto financeiro da quarentena

27 março 2020 - 16h54Por Redação

O comércio de São Pedro da Aldeia deverá continuar fechado até o dia 5 de abril, conforme Decreto Municipal 026/2020. A decisão integra a cooperação técnica que está sendo estabelecida entre o Município de São Pedro da Aldeia e a classe empresarial aldeense, representada pela ACIASPA/CDL.

Em reunião realizada nesta sexta-feira (27) com o Gabinete de Crise, a ACIASPA/CDL manifestou a preocupação com a saúde pública em razão da reabertura do comércio e registraram o pedido de apoio na busca de alternativas para a delicada situação enfrentada por todos os comerciantes.

Acompanhado de vários empresários e um profissional da área de saúde, o Presidente da ACIASPA/CDL, José Pereira Lima Filho, ponderou que o momento é de muita cautela e preocupação, tanto do ponto de vista de saúde, quanto da economia. “Cumprir o decreto e manter a quarentena é uma questão de ajudar a preservar vidas, mas também precisamos buscar soluções para que os empresários possam ver luz no fim do túnel”, afirma o presidente da ACIASPA/CDL.

O prefeito Cláudio Chumbinho acolheu a sugestão dos empresários e prontamente colocou todo o corpo técnico da prefeitura à disposição da ACIASPA/CDL. “Como gestor público precisamos analisar todos os impactos. Como sempre fazemos, mais uma vez colocamos nossos técnicos à disposição. É muito importante essa aproximação, diálogo e decisão tomada em conjunto com a classe empresarial, pois tem reflexo em toda a sociedade”.

Para cooperar nos esclarecimentos, o cardiologista, Dr. Anderson Wilnes Simas Pereira, corroborou sobre a importância, nesse momento, do isolamento horizontal. “O ideal seria se pudéssemos testar o maior número de pessoas, mas diante das circunstâncias, temos que ter cautela e isolamento. Medidas tardias não tem grandes efeitos”, justificou o médico.

Como alternativa para amenizar a delicada situação enfrentada pelos comerciantes, será firmada uma parceria entre corpo técnico da ACIASPA/CDL com o corpo técnico das Secretarias Municipal da Fazenda e Desenvolvimento Econômico para poder viabilizar o acesso do micro e pequeno empreendedores a crédito em agências de fomento. A cooperação inclui a divulgação das linhas de crédito aos empresários, consultoria para preenchimento de cadastro e análise de documentos.

Vale lembrar que o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, por meio de diferentes Promotorias de Justiça de Tutela Coletiva, vem expedindo Recomendações a diversos municípios fluminenses, no sentido de manter o comércio fechado.