Assine Já
quinta, 16 de julho de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
13ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 3553 Óbitos: 207
Confirmados Óbitos
Araruama 671 42
Armação dos Búzios 288 8
Arraial do Cabo 88 11
Cabo Frio 1067 66
Iguaba Grande 257 20
São Pedro da Aldeia 565 21
Saquarema 617 39
Últimas notícias sobre a COVID-19
royalties

Royalties de Cabo Frio atingem redução de 86%

índice se refere a queda na cota trimestral desde maio de 2014

13 maio 2015 - 09h21

Para quem recebeu exatos R$ 34.664.520,08 (36,6 milhões) em maio do ano passado, des­ta vez o prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa (PP), teve que amargar recebimento de apenas R$ 4.856.477,33 (4,8 milhões) na parcela trimestral – 86% de redução. Com relação a feverei­ro deste ano (primeiro trimes­tre), a queda foi de 67% – em fevereiro, a receita foi de R$ 14.862.268,87 (14,8 milhões).

 A queda, que, segundo dados da Agência Nacional do Petró­leo (ANP) se estendeu aos mu­nicípios vizinhos, foi um ver­dadeiro ‘balde da água fria’ nas prefeituras, que, no mês pas­sado, tiveram um discreto au­mento nas suas receitas prove­nientes do recurso. Cabo Frio, por exemplo, viu seus repasses aumentarem em cerca de 20% entre março e abril. No entan­to, a expectativa para o repasse mensal (pago pela ANP no fim do mês) é pouca. Segundo fon­tes do governo, a nova receita deve vir com variação de 5%, para mais ou para menos, em relação a abril.

Segundo o prefeito de Cabo Frio, a queda na arrecadação dos royalties, e a consequente di­minuição da arrecadação muni­cipal, foi a causa das demissões efetuadas pelo governo no fim de março e no mês passado.