Assine Já
terça, 29 de setembro de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
20ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8382 Óbitos: 435
Confirmados Óbitos
Araruama 1653 103
Armação dos Búzios 495 10
Arraial do Cabo 252 15
Cabo Frio 2765 149
Iguaba Grande 684 36
São Pedro da Aldeia 1353 54
Saquarema 1180 68
Últimas notícias sobre a COVID-19
royalties

Royalties de Cabo Frio atingem redução de 86%

índice se refere a queda na cota trimestral desde maio de 2014

13 maio 2015 - 09h21

Para quem recebeu exatos R$ 34.664.520,08 (36,6 milhões) em maio do ano passado, des­ta vez o prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa (PP), teve que amargar recebimento de apenas R$ 4.856.477,33 (4,8 milhões) na parcela trimestral – 86% de redução. Com relação a feverei­ro deste ano (primeiro trimes­tre), a queda foi de 67% – em fevereiro, a receita foi de R$ 14.862.268,87 (14,8 milhões).

 A queda, que, segundo dados da Agência Nacional do Petró­leo (ANP) se estendeu aos mu­nicípios vizinhos, foi um ver­dadeiro ‘balde da água fria’ nas prefeituras, que, no mês pas­sado, tiveram um discreto au­mento nas suas receitas prove­nientes do recurso. Cabo Frio, por exemplo, viu seus repasses aumentarem em cerca de 20% entre março e abril. No entan­to, a expectativa para o repasse mensal (pago pela ANP no fim do mês) é pouca. Segundo fon­tes do governo, a nova receita deve vir com variação de 5%, para mais ou para menos, em relação a abril.

Segundo o prefeito de Cabo Frio, a queda na arrecadação dos royalties, e a consequente di­minuição da arrecadação muni­cipal, foi a causa das demissões efetuadas pelo governo no fim de março e no mês passado.