Assine Já
quinta, 13 de maio de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Tropical
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 37918 Óbitos: 1447
Confirmados Óbitos
Araruama 9612 300
Armação dos Búzios 4692 57
Arraial do Cabo 1317 69
Cabo Frio 10088 529
Iguaba Grande 3759 93
São Pedro da Aldeia 5248 224
Saquarema 3202 175
Últimas notícias sobre a COVID-19
INVESTIMENTO DE R$ 6 BILHÕES

Rodovia Amaral Peixoto faz parte de pacote de concessão de estradas estaduais

Contrato para modelagem do processo foi assinado pelo Governo do Estado e BNDES nesta terça (18)

18 agosto 2020 - 20h20Por Redação

Foi assinado pelo Governo do Estado e pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) um contrato para modelagem de concessão de rodovias estaduais, que prevê investimentos de R$ 6 bilhões pelos próximos 25 anos. Serão 516 Km de estradas fluminenses, no chamado Lote 2. No pacote está a RJ-106, conhecida como Rodovia Amaral Peixoto, que liga Niterói a Macaé, passando pela Região dos Lagos.

– Essa assinatura representa um avanço para o Estado, que estava há mais de 20 anos sem fazer concessões nas rodovias. Além de melhorar a estrutura das vias, vamos gerar emprego para a população. O Rio de Janeiro só pode ter uma direção: para o desenvolvimento – ressaltou o vice-governador Cláudio Castro, que estava acompanhado do secretário de Estado da Casa Civil, André Moura.

Na cerimônia, estavam presentes o diretor de Infraestrutura, Concessões e Parcerias Público-Privadas (PPP) do BNDES, Fábio Abrahão, representando o presidente do BNDES, Gustavo Montezano.

– O contrato que estamos assinando hoje com o BNDES para a modelagem de concessões de rodovias permitirá um novo impulso no desenvolvimento econômico no Rio de Janeiro, abrindo caminho para a atração de empresas, melhorando a movimentação de cargas e o fluxo de turistas no nosso estado – explicou o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, Marcelo Lopes.

Além da RJ-106, as rodovias estaduais que serão concedidas no Lote 2 serão as seguintes: No Sul Fluminense, a RJ-127 (Seropédica-Vassouras), RJ-145 (Barra do Piraí-Rio das Flores, na divisa com Minas) e RJ-155 (no Médio Paraíba, região do polo metalomecânico até Angra dos Reis). No Litoral Norte,  RJ-162 (Rio das Ostras-Casimiro de Abreu) e RJ-104 (Niterói-Manilha). Na Região Metropolitana, RJ-071 (Linha Vermelha), RJ-081 (Via Light, que permitirá a ligação com a Rodovia Dutra e a Avenida Brasil, indo até Madureira) e RJ-103, que será construída.

A RJ-103, chamada de Transbaixada, beneficiará os moradores de Duque de Caxias, São João de Meriti, Belford Roxo, Mesquita e Nilópolis.

Em fevereiro, foram concluídas as audiências públicas para concessão do Lote 1, de estradas do Norte e Noroeste Fluminense, com 240 km. Nesse caso, não houve modelagem do BNDES. Com lotes 1 e 2, o Rio de Janeiro terá quase 1 mil km de rodovias estaduais concedidas à iniciativa privada.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.