Assine Já
sábado, 26 de setembro de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8076 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1625 102
Armação dos Búzios 483 10
Arraial do Cabo 242 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 671 36
São Pedro da Aldeia 1323 51
Saquarema 1177 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
transatlânticos

Réveillon vai marcar abertura da temporada de transatlânticos em Cabo Frio

Ao todo, está prevista a chegada de 11 embarcações de grande porte na cidade

28 outubro 2017 - 14h53Por Redação I Foto: Divulgação
Réveillon vai marcar abertura da temporada de transatlânticos em Cabo Frio

A partir do dia 31 de dezembro, Cabo Frio está volta na rota dos transatlânticos. Até agora 11 escalas já estão confirmadas, sendo dez nacionais e uma internacional. A notícia foi confirmada pela Secretária Municipal de Turismo Bleicker, que já se reuniu com o presidente da Clia Abremar Brasil (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos ), Marco Ferraz, e com a diretora técnica operacional da MSC Cruzeiros, Márcia Leite, com o objetivo de acertar os últimos detalhes dessas escalas. O primeiro navio chega no dia 31 de dezembro.

“Infelizmente não tivemos nenhuma escala no ano passado. Todas foram canceladas porque Cabo Frio não atendeu às exigências necessárias na gestão passada, causando um transtorno muito grande para as armadoras que acabaram desistindo de fazer o destino Cabo Frio. Por conta de tudo o que passaram, foi muito difícil convencê-los que agora seria diferente. Então, no início do ano, conseguimos uma escala que serviu como teste. Filmamos todo o receptivo; fizemos uma decoração agradável; colocamos uma bossa nova com sax tocada pelo artista Gabriel Leite; promovemos capacitação dos taxistas, que se saíram muito bem, enfim, atendemos todas as exigências técnicas e de receptivo, e fomos super elogiados com um ofício que circulou em toda a Associação dos Transatlânticos, dizendo que Cabo  Frio fez um receptivo excepcional poucas vezes vista no país. Com isso voltamos a ter credibilidade e garantimos essas 11 escalas que, eu espero, possamos dobrar na próxima temporada”, explicou Fabíola.
 
Embora fiquem poucas horas na cidade, o turista de transatlânticos gera um grande movimento na economia de Cabo Frio. Segundo dados da Fundação Getúlio Vargas, o gasto médio de cada cruzeirista na cidade de escala é em torno de R$ 559,80. Isso, segundo a secretária de Turismo, gera um impacto econômico significante na economia. “Será muito bom para o comércio, para os serviços e para parte da gastronomia. Em tempos de crise, esses turistas são fundamentais”, explicou Fabíola, lembrando que “estamos empenhados em encantá-los, divulgando nossos roteiros e produtos turísticos para que fiquem sempre com vontade de voltar”. Para isso, ela conta com um importante aliado: “o presidente da Clia, Marco Ferraz, se disponibilizou a colocar vídeos institucionais em todas as TVs dos navios, mostrando as belezas da nossa cidade. Tenho certeza que estamos fazendo uma parceria de sucesso da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos com a cidade de Cabo Frio”.