Assine Já
segunda, 14 de junho de 2021
Região dos Lagos
23ºmax
14ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 42549 Óbitos: 1631
Confirmados Óbitos
Araruama 10478 329
Armação dos Búzios 5160 57
Arraial do Cabo 1486 81
Cabo Frio 11320 600
Iguaba Grande 4350 105
São Pedro da Aldeia 5809 254
Saquarema 3946 205
Últimas notícias sobre a COVID-19
Região dos Lagos

Região dos Lagos terá água mais cara a partir de junho

Aumento, extraordinário, será de 7,5%; novo reajuste ocorrerá em julho

13 maio 2015 - 11h08
Região dos Lagos terá água mais cara a partir de junho

Mais um ‘aperto de cintos’ no orçamento doméstico para os moradores da Região dos Lagos. A partir do próximo mês o valor da conta de água vai chegar com reajuste tarifário de 7,5%, aumento concedido de forma extraordinária pelo Conselho Diretor da Agência Reguladora de Energia e Saneamento do Estado do Rio de Janeiro (Agenersa) para a Prolagos e de 7,3% para a Águas de Juturnaíba, empresas responsáveis pelo saneamento básico das cidades que compreendem aquela região.

De acordo com a Agenersa, o aumento concedido no início desta semana foi motivado pelo reajuste das tarifas de energia elétrica. A agência também informou que novo aumento acontecerá até julho, desta vez conforme prevê o contrato estabelecido com as concessionárias, que a cada cinco anos podem estabelecer um novo reajuste.

As novas tarifas foram solicitadas pelas concessionárias de água por conta dos aumentos tarifários realizados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para as distribuidoras de energia elétrica que operam no Estado do Rio. A alegação é de que os custos com eletricidade correspondem a mais de 30% do custo total da operação e manutenção das empresas que operam na Região dos Lagos. A atualização tarifária extraordinária foi calculada pela Câmara de Política Econômica e Tarifária da Agenersa e será aplicada a todas as faixas de consumo.

A Águas de Juturnaíba é responsável pelo fornecimento de água e coleta e tratamento de esgoto em Araruama, Saquarema e Silva Jardim. Já a Prolagos opera os serviços públicos de saneamento básico nos municípios de Iguaba Grande, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio, Búzios e Arraial do Cabo. Como a última opera somente abastecimento de água, o reajuste será menor.