Assine Já
sábado, 27 de novembro de 2021
Região dos Lagos
27ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 53350 Óbitos: 2180
Confirmados Óbitos
Araruama 12493 447
Armação dos Búzios 6571 73
Arraial do Cabo 1754 93
Cabo Frio 15299 896
Iguaba Grande 5549 146
São Pedro da Aldeia 7043 290
Saquarema 4641 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
MERCADO AQUECIDO

Região dos Lagos tem o quarto mês consecutivo de saldo de empregos positivos, aponta Firjan

O setor que mais contratou em outubro foi o de serviços (+946), seguido do comércio (+454)

02 dezembro 2020 - 11h37Por Redação

Levantamento feito pela Firjan e divulgado através da plataforma Retratos Regionais aponta que a indústria fluminense recuperou, de julho a outubro, 42,3% dos postos de trabalho perdidos entre março e junho, meses mais afetados pelas medidas de combate à pandemia de Covid-19 e pelas incertezas em relação à economia. Na Região dos Lagos, por exemplo, outubro representou o quarto mês consecutivo de saldo positivo de empregos formais (+1.148) nos quatro grandes setores (comércio, indústria, serviços e agropecuária) e também o mês com melhor desempenho no acumulado do atual semestre. Quem mais contratou no mês em questão foi serviços (+946), seguido do comércio (+454). Pelo terceiro mês seguido (agosto a outubro), Cabo Frio segue como o município que mais gerou empregos na região.

A análise geral do setor industrial do Estado do Rio, que contempla a indústria de transformação, extrativa, de construção e Serviços Industriais de Utilidade Pública, mostra que foram perdidas 36.010 vagas de março a junho e recuperadas 15.225 entre julho e outubro. A Firjan destaca o desempenho dos segmentos de produtos de metal e de produtos de borracha e de material plástico, que não só recuperaram os postos de trabalho perdidos como criaram outras vagas.

O comércio recuperou de julho a outubro 31% dos postos de trabalho perdidos. Já o setor de serviços ainda apresenta saldo negativo no acumulado desde julho (-5.142), período considerado pelo indicador de Retomada dos Empregos, da plataforma Retratos Regionais.

Estado do Rio acelera ritmo de contrações em outubro e comércio é setor que mais abriu vagas

O estado do Rio acelerou o ritmo de contratações em outubro e apresentou saldo de 16.271 novos postos de trabalho com carteira assinada, quase o dobro do registrado em setembro (+8.966) e mais que o triplo de agosto (+5.152).

O comércio foi o setor que mais abriu vagas (+7.559), impulsionado pelo comércio varejista de vestuário e acessórios (+1.056). A indústria abriu 4.813 postos de trabalho e, o setor de serviços, 3.875. Na agropecuária o saldo foi de 24 novas vagas em outubro. 

Construção civil e moda puxam retomada industrial em outubro

No setor industrial, a indústria de transformação foi a que mais contratou em outubro (+2.945), seguida pela construção civil (+1.707) e pelos Serviços Industriais de Utilidade Pública (+307). A indústria extrativa teve saldo negativo (-146).

Em linha com o desempenho do comércio, confecção de artigos do vestuário e acessórios (+828) foi o segmento da indústria de transformação que mais contratou em outubro. Na sequência, aparecem manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos (+670); produtos de borracha e de material plástico (+365); produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos, (+354) e Produtos Alimentícios (+348).

Plataforma Retratos Regionais

A plataforma Retratos Regionais tem como base o saldo de empregos formais disponibilizados no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia. Em painel setorial são disponibilizados dados específicos dos setores industriais.

Em painel regional, que também permite a busca por município, é apresentado o cenário geral de empregos, incluindo todos os grandes setores. Também está sendo disponibilizado Indicador de Retomada dos Empregos. A plataforma pode ser acessada através deste link: www.firjan.com.br/retratosregionais.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.