Assine Já
quinta, 13 de maio de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
http://www.alerj.rj.gov.br/
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 37918 Óbitos: 1447
Confirmados Óbitos
Araruama 9612 300
Armação dos Búzios 4692 57
Arraial do Cabo 1317 69
Cabo Frio 10088 529
Iguaba Grande 3759 93
São Pedro da Aldeia 5248 224
Saquarema 3202 175
Últimas notícias sobre a COVID-19
ranking

Região dos Lagos tem desempenho ruim em raking da IOEB

Arraial do Cabo apresenta uma das piores médias do país inteiro

11 outubro 2015 - 12h57

Ao que tudo indica, os municípios da Região dos Lagos precisam estudar bastante para tirar uma nota melhor no Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (Ioeb). Prova disso é que, em ranking divulgado na última quarta-feira (7), todas as cidades mostraram um desempenho abaixo da média nacional (4,5). Arraial do Cabo (4657º) ganhou o posto de lanterna com um índice de 3,4, um dos rendimentos mais baixos em todo o país. São Pedro da Aldeia (4250º) e Araruama (4215º) também não fizeram o dever de casa e ambos tiraram apenas 3,7. Logo em seguida, Cabo Frio (3973º), com 3,8, e Saquarema (3439º) continuam a lista.

De raspão - Bem pertinho da média nacional ficaram Iguaba Grande (2884º), com 4,4, e Armação dos Búzios (2666º), a melhor aluna da sala chamada Região dos Lagos, com o mesmo índice do segundo colocado. Acontece que o Rio de Janeiro também apresentou um boletim avermelhado do Ioeb. O Estado ficou apenas na 15 posição, avaliado em 4,1. Se o ranking, fosse um time de futebol, a capital carioca faturaria a última vaga entre as capitais brasileiras, uma vez que ocupa o 11º lugar. São Paulo foi a primeira colocada nessa avaliação.

O Ioeb avalia, numa escala de 0 a 10, as oportunidades oferecidas por municípios e estados na educação básica. O indicador analisa os seguintes quesitos: Ideb nos anos iniciais e Ensino Fundamental, taxa líquida de matrícula no Ensino Médio, escolaridade dos professores, número médio de horas aula/dia, experiência de diretores e taxa de atendimento na educação infantil.