terça, 18 de junho de 2024
terça, 18 de junho de 2024
Cabo Frio
21°C
Park lagos
Park Lagos 2
SOLIDARIEDADE

Região dos Lagos se mobiliza para ajudar vítimas de enchente no Rio Grande do Sul

Defesa Civil gaúcha informou a notificação de 83 mortes, 111 desaparecidos, 276 pessoas feridas e 121.957 desalojados em 70% do estado

06 maio 2024 - 15h57Por Redação

Solidários com as vítimas do temporal do Rio Grande do Sul que desde 27 de abril sofrem com a maior enchente da história do estado, moradores de Cabo Frio decidiram criar um grupo de whatsapp onde reúnem voluntários de toda a Região dos Lagos que desejam prestar solidariedade aos gaúchos. O grupo foi criado nesta segunda-feira (6), no início da manhã, e até às 16h já reunia cerca de 100 pessoas. Para acessar o grupo basta acessar o link de convite (https://chat.whatsapp.com/EhFBvmtr6IZAvl3c7MOR9C).

O objetivo é arrecadar roupas, colchões, roupa de cama, itens de higiene pessoal, produtos de limpeza, cobertores, alimentos não perecíveis e água, entre outras doações. Um dos pontos de doação são as lojas Eskimó de todo o Estado do Rio de Janeiro. As carretas com destino ao Rio Grande Sul partem toda semana levando as donativos.

- Aqui na Região dos Lagos a carreta chega do sul para abastecer a central de distribruição em Iguaba Grande. Depois ela retorna carregada com os donativos diretamente para o Rio Grande do Sul. Então, na véspera de cada partida, os donativos que foram deixados nas lojas Eskimó serão levados para este ponto de partida, em Iguaba - informou um dos membros do grupo.

Ao todo, 345 cidades foram afetadas pelo temporal. Esse número representa 70% do total de cidades no estado (497). No domingo (5) o governador Eduardo Leite declarou calamidade pública em 336 municípios gaúchos. Em muitas dessas cidades as águas cobriram casas inteiras, alcançando a fiação da rede elétrica das ruas. Na manhã desta segunda, a Defesa Civil informou a notificação de 83 mortes, 111 desaparecidos, 276 pessoas feridas e 121.957 desalojados.

Segundo especialistas em climatologia, as águas só comecem a baixar a partir de sexta-feira. Mas essa essa previsão pode ser adiada por mais alguns dias: é que o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu novo alerta vermelho nesta manhã com previsão de tempestade ao longo desta segunda-feira.