Assine Já
terça, 24 de novembro de 2020
Região dos Lagos
25ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 11693 Óbitos: 534
Confirmados Óbitos
Araruama 2347 117
Armação dos Búzios 1025 16
Arraial do Cabo 364 16
Cabo Frio 3625 181
Iguaba Grande 1069 40
São Pedro da Aldeia 1801 75
Saquarema 1462 89
Últimas notícias sobre a COVID-19
febre amarela

Recuperado de febre amarela, aldeense diz que teve infecção hospitalar

Ricardo Fonseca Azevedo teve quadro piorado após internação na UTI

25 maio 2017 - 09h14Por Rodrigo Branco
Recuperado de febre amarela, aldeense diz que teve infecção hospitalar

“Eu sou um milagre de Deus”. É dessa forma que o empresário de São Pedro da Aldeia André Ricardo Fonseca Azevedo resume a via-crúcis pela qual passou durante quase dois meses, desde que contraiu o vírus da febre amarela em uma viagem a Casimiro de Abreu, no começo de março. Aos 44 anos de idade, a sensação de André é de que nasceu novamente. Ele ficou 53 dias internado.
Internado inicialmente na Clinerp com dor de cabeça e torcicolo, o empresário diz que houve negligência da clínica. Segundo o empresário, a situação clínica dele piorou significativamente poucos dias após ter sido internado na UTI.
– Um clínico geral me mandou para a UTI e nesse intervalo uma bactéria entrou no acesso do soro. Tiraram um raio-X e o infectologista disse que eu estava com uma sepse (infecção generalizada), mas nada foi feito – acusa.
André relata que as complicações foram várias: contraiu uma pneumonia aguda e os rins pararam de funcionar. Acabou colocado em coma induzido, condição em que ficou por 22 dias. Após muita insistência da família, foi transferido para um hospital no Rio. Apenas na capital, foi constatado que o empresário havia contraído febre amarela. O aldeense recebeu alta no último dia 2 com 27 quilos a menos (passou de 90 Kg para 63 Kg) e com a sensação de que viu a morte de perto.
– Me deram como morto. Se eu fico mais um dia na clínica em Cabo Frio, não estaria falando aqui com você agora – afirma.


* Confira matéria completa na edição desta quinta (25) da Folha dos Lagos.