Assine Já
quarta, 28 de julho de 2021
Região dos Lagos
22ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 46056 Óbitos: 1864
Confirmados Óbitos
Araruama 11325 353
Armação dos Búzios 5456 57
Arraial do Cabo 1564 87
Cabo Frio 12562 754
Iguaba Grande 4756 114
São Pedro da Aldeia 6144 273
Saquarema 4249 226
Últimas notícias sobre a COVID-19
CONTRA O DESPERDÍCIO

Prolagos inicia Operação 'Caça Vazamentos'

Ação tem o objetivo de identificar vazamentos de água na rede de distribuição das cidades da área de concessão

17 abril 2021 - 16h30Por Redação

A Prolagos, uma empresa da Aegea Saneamento, iniciou nesta semana a "Operação Caça Vazamentos". A ação realizada com o auxílio de escutas, tem o objetivo de identificar escapes de água tratada na rede de distribuição das cidades de Arraial do Cabo, Armação dos Búzios, Cabo Frio, Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia.

Antes do início das atividades, a equipe passou por um mês de treinamento. Na primeira etapa, o trabalho vai percorrer 500 km de redes e adutoras, em 75 bairros das cinco cidades. A varredura no sistema de tubulação é feita durante a noite. Com o apoio do geofone eletrônico (uma haste de escuta mecânica), a equipe faz a identificação de sinais de vibração ou ruído na ligação. Com o auxílio do aparelho é possível localizar vazamentos ocultos sem que seja necessário causar danos ao solo.

"Vários vazamentos não afloram na superfície, indo para galerias ou para o próprio solo quando é arenoso. São os chamados vazamentos invisíveis. Esse serviço é realizado à noite por conta do menor índice de ruídos nas ruas, então se as pessoas verem nossos funcionários utilizando colete reflexivo e uniforme escrito "a serviço da Prolagos", passando com estes equipamentos e lanternas, podem ficar tranquilas" - explica Rogério Marins, coordenador de Perdas da Prolagos.

O foco da ação é encontrar vazamentos causados devido à rede antiga, ao solo arenoso, rachaduras ou até interferência de obras, mas ainda é possível detectar ligações irregulares, mais conhecidos como "gatos". Neste caso, antes de ser identificado, o responsável pode efetuar uma autodenúncia e negociar formas de regularização, por meio dos canais de atendimento: 0800 70 20 195 ou WhatsApp (22) 99722-8242.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.