Assine Já
sábado, 16 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
22ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
ARRAIAL DO CABO

Prolagos inicia obra de cinturão do Parque Público da Prainha

Tubulação no entorno do lago fará a coleta em tempo seco das contribuições de esgoto que chegam pela drenagem

04 junho 2020 - 16h01Por Redação

A Prolagos iniciou mais uma importante obra de saneamento no município de Arraial do Cabo: a implantação de rede coletora de esgoto no entorno do Parque Público Prefeito Hermes Barcelos, na Prainha. A intervenção é um pedido da prefeitura para proteger o lago que faz parte do sistema de drenagem do município, captando em tempo seco as contribuições de esgoto que chegam pela galeria pluvial.

Serão assentados aproximadamente 550 metros de rede coletora, que levarão o esgoto para tratamento. Toda atividade está sendo executada no interior do parque, sem impacto direto na circulação de veículos ou moradores, pois não será preciso bloquear ruas. Após a colocação dos tubos, o novo sistema será conectado à elevatória, que bombeará o material até a estação de tratamento. 

A obra do cinturão da Prainha faz parte do plano de ampliação do sistema de esgotamento sanitário em Arraial do Cabo e demais municípios da área de concessão. Nos próximos dias, a empresa retomará a etapa final da obra de implantação de rede coletora na Avenida da Liberdade, na Praia dos Anjos. Por conta da alta temporada e início da pandemia, a interligação da nova rede às estações elevatórias precisou ser adiada.

Desde que reassumiu os serviços de esgotamento sanitário em Arraial do Cabo, em junho de 2016, a Prolagos vem investimento na recuperação e modernização do sistema. Além da ampliação da rede, aumentando a capacidade de coleta em tempo seco, modelo em vigor na região, a concessionária também está fazendo melhorias nas duas estações de tratamento de esgoto do município.

A unidade da Praia Grande passou por processo de revitalização e a estrutura física recebeu nova identidade visual e iluminação. Na parte operacional foi trocada a ponte raspadora do decantador, fase em que há a separação do efluente tratado da parte sólida. O final do processo conta agora com uma nova base para receber a caçamba roll on de lodo, resíduo resultante do tratamento, que é encaminhado para aterro sanitário. A estação de Monte Alto também foi completamente recuperada, o prédio passou por reforma e o reator recebeu nova passarela.

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.