Assine Já
segunda, 25 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
30ºmax
21ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 22503 Óbitos: 742
Confirmados Óbitos
Araruama 5567 166
Armação dos Búzios 2960 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 6068 247
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 2221 110
Últimas notícias sobre a COVID-19
Lagoa de Araruama

Prolagos apresenta estudo de hidrodinâmica sobre Lagoa de Araruama

Coordenadores do projeto explicaram o passo a passo em reunião de subcomitê

26 julho 2019 - 20h35Por Redação I Foto: Divulgação
Prolagos apresenta estudo de hidrodinâmica sobre Lagoa de Araruama

 O estudo de hidrodinâmica da Lagoa de Araruama, contratado pela Prolagos à Coppe|UFRJ, foi apresentado nesta sexta-feira (26) durante reunião do subcomitê da Lagoa de Araruama, ligado ao Comitê de Bacia Hidrográfica Lagos São João. A iniciativa teve como objetivo compartilhar as informações e as fases do projeto com os membros do grupo e da sociedade civil organizada. Participaram da reunião o prefeito de Cabo Frio, Adriano Moreno, representantes de movimentos de pescadores, ambientalistas, Inea, OAB, entre outros.

Durante o encontro, realizado na Universidade Veiga de Almeida, em Cabo Frio, os coordenadores do projeto, professor Paulo Cesar Rosman, Ph.D. em Engenharia Costeira e professor titular do Departamento de Recursos Hídricos e Meio Ambiente da Escola Politécnica/UFRJ, e o professor da UFF, Júlio Wasserman, doutor em Oceanologia, explicaram o passo a passo do trabalho, os cenários que serão analisados e destacaram que pela primeira vez estão sendo levantados diversos parâmetros simultaneamente.

A reprodução digital da Lagoa de Araruama tem como objetivo promover simulações computacionais de possíveis intervenções como dragagem e abertura de canal para identificar quais ações irão proporcionar a sua melhoria ambiental. O relatório final será compartilhado com representantes dos governos Federal, estadual e municipal e Consórcio Intermunicipal Lagos São João para que tenham subsídios técnicos para definirem suas ações baseados em informações técnicas.

O professor Paulo Rosman apresentou o Sistema Base de Hidrodinâmica Ambiental (SisBaHia), desenvolvido pela UFRJ, utilizado para fazer a modelagem computacional. O pesquisador ressaltou a importância da participação da sociedade. 

– Este é um trabalho de diagnóstico e análise de possíveis alternativas para melhorar as condições da Lagoa de Araruama, que é um ecossistema complexo e, justamente por isso, não acontecerá de uma hora para outra. Recebemos contribuições de pescadores e técnicos, que estiveram na Coppe acompanhando o trabalho e trocando informações. Essa participação faz com que este estudo fique ainda mais completo – disse.

Vice-presidente do Consórcio Intermunicipal Lagos São João, o prefeito Adriano Moreno participou de toda a reunião e reforçou a contribuição do estudo para a gestão ambiental da laguna. 

– É a primeira vez que vamos sair do achismo e contar com um projeto técnico para nos orientar na tomada de decisão. Que a lagoa passou por um grande período de deterioração por muitos anos todo mundo sabe. Agora precisamos tomar medidas que minimizem esses impactos a curto prazo e desenvolver ações para que no futuro não tenhamos mais os mesmos problemas –  disse Adriano.