Assine Já
terça, 07 de dezembro de 2021
Região dos Lagos
25ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 53752 Óbitos: 2196
Confirmados Óbitos
Araruama 12500 448
Armação dos Búzios 6589 73
Arraial do Cabo 1755 93
Cabo Frio 15618 902
Iguaba Grande 5581 147
São Pedro da Aldeia 7054 290
Saquarema 4655 243
Últimas notícias sobre a COVID-19
SUSTENTABILIDADE

Projeto conjunto de ONG, associação e hotel pretende criar primeiro bairro ecológico de Búzios

Praia das Caravelas conta com primeira Estação de Tratamento de Esgoto e Reuso da região

13 junho 2021 - 09h00Por Redação

A ação conjunta entre o Instituto Ecológico Búzios Mata Atlântica (IEBMA) e Associação Civil Village Praia das Caravelas (ACVPC), com apoio do Hotel APA Pau Brasil, tem o objetivo de colaborar na criação do primeiro bairro ecológico de Búzios, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. O local tem uma das poucas Estações de Tratamento de Esgoto e Reuso (ETERS) com reutilização de água tratada do interior fluminense e a primeira da região. 

A ETERS fica localizada na Praia das Caravelas, onde funciona o empreendimento voltado para o turismo ecológico, de mesmo nome, implantado em 1980, que é composto por três residenciais e o hotel, formando uma comunidade de cerca de 170 casas, todos ligados a estação de tratamento, em busca constante de adequação a uma ocupação e cotidiano sustentável nesta localidade entre o mar, a APA do Pau Brasil e o Parque Estadual da Costa do Sol (PECS).  

O empreendimento e a associação estão entre as personalidades jurídicas mais antigas da cidade e são membros ativos dos conselhos da APA do Pau Brasil e do PECS, inclusive, são pioneiros na descoberta desta arvore símbolo do país, participando ativamente na criação da própria APA em 2002.  

O Pau Brasil e outras espécies ameaçadas de extinção estão protegidas no Caravelas 

O IEBMA foi criado em 1996 e ao longo de sua história tem auxiliado tanto a APA, como o Parque, e o próprio INEA e a Prefeitura de Búzios, com diversas ações relevantes para a preservação do local, como a criação de uma brigada voluntaria de combate a incêndios, apoio e resgate de animais silvestres, apoio na gestão de recolhimento de lixo, e criação de adubo orgânico, além de iniciativas de educação ambiental com palestras, caminhadas ecológicas e exposições. 

Devido à expansão da agricultura e do desenvolvimento urbano, cerca de 93% da floresta costeira atlântica (Mata Atlântica) foi destruída. Em Búzios está preservada, graças a esse esforço conjunto, a mata originaria. De acordo com o IEBMA, estão catalogadas um total de 574 mudas, árvores jovens e maduras. Os dados foram coletados entre os anos de 2003 e 2012 e, ainda de acordo com o Instituto, constatou-se que a área continua a produzir plantas novas. 

Além do Pau Brasil também há plantas raras como a orquídea de baunilha, que crescem nos troncos de Pau Brasil, além de 30 espécies de bromélias, que retém água e servem de fonte de água para os animais em tempo de seca, em especial o mico leão dourado. 

Esgoto zero no mar e ainda a salvação de lagoas ameaçadas pela crise climática 

Essa união permite que a ETE, criada em 1988 pelo empreendimento, e que foi sendo adequada ao longo dos anos para atender com mais rigor as exigências ambientais, em 2019, passasse a servir também como produtora de água de reuso. Com essa água é realizada a recuperação e manutenção de duas lagoas de grande importância para o equilíbrio do ecossistema, e que estavam ameaçadas devido as mudanças climáticas e ainda é usada para rega de jardins, hortas e limpeza das estruturas locais, o que garante que não haja despejo esgoto de qualquer natureza no mar. 

A ETERS fica em um ponto central do empreendimento, uma faixa verde pertencente a área comum dos residenciais e que é preservada pelo empreendimento, que também construiu uma rede de recolhimento de água pluvial. 

Desde o recolhimento de lixo, todas as atividades, assim como a manutenção das áreas públicas, tem a participação da Associação com apoio do IEBMA e do Hotel. Faz parte da estrutura de cooperação dessa parceria com o local o cuidado de praças com atrativos turísticos de interesse internacional, doados pelos envolvidos, como o labirinto de David e a pirâmide cinética destinados aos eventos e visitantes do empreendimento e também da Praia das Caravelas. Está em andamento o projeto de um estacionamento público também com a colaboração dos empreendedores, o Instituto e a Associação.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.