Assine Já
sábado, 25 de setembro de 2021
Região dos Lagos
23ºmax
17ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 51256 Óbitos: 2089
Confirmados Óbitos
Araruama 12211 437
Armação dos Búzios 6305 64
Arraial do Cabo 1689 90
Cabo Frio 14244 839
Iguaba Grande 5384 138
São Pedro da Aldeia 6892 286
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
assembleia

Professores dizem não à proposta do governo e greve continua

Irredutível, categoria exige pagamento do mês anterior até o quinto dia útil

25 fevereiro 2016 - 11h37
Professores dizem não à proposta do governo e greve continua

Na noite desta quarta-feira (24), em assembleia realizada na escola municipal São Cristóvão, os profissionais da Educação de Cabo Frio novamente rejeitaram a proposta do governo municipal e mantiveram a greve da categoria, que já dura mais de dois meses. A negativa já era esperada, uma vez que a oferta da prefeitura – 13º salário de 2015 em quatro parcelas e fixação do dia 23 como data de pagamento do mês anterior – foi a mesma que já tinha sido descartada na audiência da última terça (23) no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e reforçada horas antes pelo prefeito Alair Corrêa (PP) durante reunião da Comissão Especial de Educação da Câmara Municipal.

A categoria, no entanto, se mantém irredutível e exige o pagamento até o quinto dia útil de cada mês. Uma nova assembleia foi marcada para segunda-feira, dia 29, às 18h, na escola municipal Edilson Duarte. Antes disso, nesta sexta-feira (26), haverá novas reuniões com pais de alunos nas escolas Leaquim Schuindt (Jardim Esperança), Escola São Cristóvão e Edith Castro (2° Distrito).