Assine Já
segunda, 21 de setembro de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7728 Óbitos: 407
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2528 136
Iguaba Grande 640 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Clébio

Professor Clébio: 'É no diálogo que você pode mostrar os seus erros’

Prefeitável de São Pedro da Aldeia prometeu prioridade à Educação em eventual governo

22 setembro 2016 - 23h33
Professor Clébio: 'É no diálogo que você pode mostrar os seus erros’

Encerrando a série com os can­didatos a prefeito de São Pedro, o professor Clebio Torres Barbosa (PROS) fala de seus planos caso ganhe as eleições em 2 de outu­bro. Com formação pedagógica nas séries iniciais e em Teologia, o prefeitável aldeense de 47 anos prometeu priorizar a área da Edu­cação, em todos os segmentos.

Folha dos Lagos – Por que pretende ser prefeito de São Pedro da Aldeia?

Professor Clebio – Nossa ava­liação ao longo dos trinta anos de militância na cidade tem como resultado um modelo de gestão que não se enquadra com a rea­lidade dos munícipes. Por isso, lançamos nossa candidatura para apresentar um modelo pautado nos anseios da população e não de uma ou outra parcela da socie­dade aldeense.

Folha – O PROS optou por não fazer alianças para a dis­puta majoritária. O isolamento político não inviabilizaria um eventual governo seu?

Clebio – Absolutamente, este posicionamento nos garante total liberdade para governar, caben­do-nos a seleção e filtragem des­te ou daquele que comporá nossa equipe de gestão.

Folha – Você aceitaria dialo­gar com algum dos outros gru­pos políticos que disputam essa eleição? Recorreria à experiên­cia de algum deles? Com quem não conversa de jeito nenhum?

Clebio – O diálogo é a melhor forma e mais plausível quando se trata de resoluções de problemas; com ele você consegue mensurar tais problemas. Tive a oportuni­dade de estar ligado a órgãos do poder público, quando fui Conse­lheiro Tutelar; lecionei em algu­mas escolas e ainda acompanho o cotidiano dos munícipes, o que me habilita enfrentar os desafios com a experiência vivenciada. É no diálogo que você pode mos­trar aos outros seus erros, suas falhas, facultando-lhe a reflexão sobre como deveria ser feito.

Folha – Quais seus planos para a Educação nos próximos quatro anos?

Clebio – No nosso Plano de Governo vamos priorizar a Edu­cação pois entendemos que uma sociedade desenvolvida é aquela que tem Educação. Na Educação Infantil, vamos ampliar as ofer­tas de vagas com a construção de anexos nas unidades escolares já existentes. Já no Ensino Fun­damental, vamos consolidar as diretrizes pedagógicas e as matri­zes curriculares municipais para o desenvolvimento da educação integral e ampliação da jornada escolar. Na Educação de Jovens e Adultos (EJA), vamos estimular e fomentar a participação deste público por meio de campanhas educativas com os próprios alu­nos da rede. Dentre algumas das nossas propostas destacamos ain­da a redução da carga horária dos professores para planejamento e formação continuada e a criação do Inova (Índice de Notas de Ve­rificação de Aprendizagem), que é uma ferramenta de gestão para o acompanhamento do Ideb.

Folha – O que pretende fa­zer na Saúde?

Clebio – Será priorizada a saúde preventiva, pois quando a demanda de pacientes aumenta é sinal de que falta-lhes saúde. Se queremos proporcionar o bem estar da população o gestor deve promover ações integradas para eliminar os riscos de doenças. Vamos implantar o Sistema Mu­nicipal de Vigilância em Saúde no que se refere a saúde alimen­tar e nutricional, epidemiológi­ca, sanitária, ambiental, saúde do trabalhador e do laboratório municipal de saúde. Também va­mos implantar o Programa Saú­de na Escola para ampliação de políticas intersetoriais de saúde e educação voltadas para crianças, adolescentes, jovens e adultos.

Folha – Quais são seus pla­nos para movimentar a Econo­mia e a geração de empregos nesse período de crise?

Clebio – Precisamos cons­cientizar a população sobre a va­lorização do comércio local por meio de campanhas educativas sobre a importância dos tributos que deixamos de arrecadar quan­do não prestigiamos nosso co­mércio. A captação de empresas para o estabelecimento no nosso município será feita pelo Con­selho de Desenvolvimento Re­gional (CDR). Uma das nossas propostas ainda é a implantação do Plano Estratégico de Turismo com a promoção de eventos ao longo do ano priorizando ativi­dades como esportes náuticos na lagoa de Araruama, dentre outras ações.

Folha – O que você pretende fazer na área de Transporte?

Clebio – Precisamos viabilizar a regulamentação do transporte alternativo, as vans.

Folha – Quais seus planos para a área de Segurança?

Clebio – Como sabemos, a Se­gurança Pública deve ser exerci­da pela polícia e pode ser promo­vida por meio de parcerias entre o Estado e o Município por meio da Guarda Civil Municipal. Por isso, a efetivação permanente de rondas escolares, nos bairros e no centro da cidade faz-se indispen­sável. Vamos aumentar o efetivo da Guarda Civil Municipal por meio de concurso público e criar o curso de formação continuada anual para as Guardas Municipal e Ambiental.