Assine Já
quinta, 02 de julho de 2020
Região dos Lagos
24ºmax
16ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 319 Confirmados: 2912 Óbitos: 178
Suspeitos: 319 Confirmados: 2912 Óbitos: 178
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 268 582 40
Armação dos Búzios X 246 6
Arraial do Cabo 11 73 11
Cabo Frio X 903 58
Iguaba Grande 13 207 20
São Pedro da Aldeia 18 435 15
Saquarema 9 466 28
Últimas notícias sobre a COVID-19
Clébio

Professor Clébio: 'É no diálogo que você pode mostrar os seus erros’

Prefeitável de São Pedro da Aldeia prometeu prioridade à Educação em eventual governo

22 setembro 2016 - 23h33
Professor Clébio: 'É no diálogo que você pode mostrar os seus erros’

Encerrando a série com os can­didatos a prefeito de São Pedro, o professor Clebio Torres Barbosa (PROS) fala de seus planos caso ganhe as eleições em 2 de outu­bro. Com formação pedagógica nas séries iniciais e em Teologia, o prefeitável aldeense de 47 anos prometeu priorizar a área da Edu­cação, em todos os segmentos.

Folha dos Lagos – Por que pretende ser prefeito de São Pedro da Aldeia?

Professor Clebio – Nossa ava­liação ao longo dos trinta anos de militância na cidade tem como resultado um modelo de gestão que não se enquadra com a rea­lidade dos munícipes. Por isso, lançamos nossa candidatura para apresentar um modelo pautado nos anseios da população e não de uma ou outra parcela da socie­dade aldeense.

Folha – O PROS optou por não fazer alianças para a dis­puta majoritária. O isolamento político não inviabilizaria um eventual governo seu?

Clebio – Absolutamente, este posicionamento nos garante total liberdade para governar, caben­do-nos a seleção e filtragem des­te ou daquele que comporá nossa equipe de gestão.

Folha – Você aceitaria dialo­gar com algum dos outros gru­pos políticos que disputam essa eleição? Recorreria à experiên­cia de algum deles? Com quem não conversa de jeito nenhum?

Clebio – O diálogo é a melhor forma e mais plausível quando se trata de resoluções de problemas; com ele você consegue mensurar tais problemas. Tive a oportuni­dade de estar ligado a órgãos do poder público, quando fui Conse­lheiro Tutelar; lecionei em algu­mas escolas e ainda acompanho o cotidiano dos munícipes, o que me habilita enfrentar os desafios com a experiência vivenciada. É no diálogo que você pode mos­trar aos outros seus erros, suas falhas, facultando-lhe a reflexão sobre como deveria ser feito.

Folha – Quais seus planos para a Educação nos próximos quatro anos?

Clebio – No nosso Plano de Governo vamos priorizar a Edu­cação pois entendemos que uma sociedade desenvolvida é aquela que tem Educação. Na Educação Infantil, vamos ampliar as ofer­tas de vagas com a construção de anexos nas unidades escolares já existentes. Já no Ensino Fun­damental, vamos consolidar as diretrizes pedagógicas e as matri­zes curriculares municipais para o desenvolvimento da educação integral e ampliação da jornada escolar. Na Educação de Jovens e Adultos (EJA), vamos estimular e fomentar a participação deste público por meio de campanhas educativas com os próprios alu­nos da rede. Dentre algumas das nossas propostas destacamos ain­da a redução da carga horária dos professores para planejamento e formação continuada e a criação do Inova (Índice de Notas de Ve­rificação de Aprendizagem), que é uma ferramenta de gestão para o acompanhamento do Ideb.

Folha – O que pretende fa­zer na Saúde?

Clebio – Será priorizada a saúde preventiva, pois quando a demanda de pacientes aumenta é sinal de que falta-lhes saúde. Se queremos proporcionar o bem estar da população o gestor deve promover ações integradas para eliminar os riscos de doenças. Vamos implantar o Sistema Mu­nicipal de Vigilância em Saúde no que se refere a saúde alimen­tar e nutricional, epidemiológi­ca, sanitária, ambiental, saúde do trabalhador e do laboratório municipal de saúde. Também va­mos implantar o Programa Saú­de na Escola para ampliação de políticas intersetoriais de saúde e educação voltadas para crianças, adolescentes, jovens e adultos.

Folha – Quais são seus pla­nos para movimentar a Econo­mia e a geração de empregos nesse período de crise?

Clebio – Precisamos cons­cientizar a população sobre a va­lorização do comércio local por meio de campanhas educativas sobre a importância dos tributos que deixamos de arrecadar quan­do não prestigiamos nosso co­mércio. A captação de empresas para o estabelecimento no nosso município será feita pelo Con­selho de Desenvolvimento Re­gional (CDR). Uma das nossas propostas ainda é a implantação do Plano Estratégico de Turismo com a promoção de eventos ao longo do ano priorizando ativi­dades como esportes náuticos na lagoa de Araruama, dentre outras ações.

Folha – O que você pretende fazer na área de Transporte?

Clebio – Precisamos viabilizar a regulamentação do transporte alternativo, as vans.

Folha – Quais seus planos para a área de Segurança?

Clebio – Como sabemos, a Se­gurança Pública deve ser exerci­da pela polícia e pode ser promo­vida por meio de parcerias entre o Estado e o Município por meio da Guarda Civil Municipal. Por isso, a efetivação permanente de rondas escolares, nos bairros e no centro da cidade faz-se indispen­sável. Vamos aumentar o efetivo da Guarda Civil Municipal por meio de concurso público e criar o curso de formação continuada anual para as Guardas Municipal e Ambiental.