Assine Já
terça, 19 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
31ºmax
22ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21341 Óbitos: 711
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 1666 101
Últimas notícias sobre a COVID-19
auto escola

Problemas no programa de biometria cancelam aulas de direção em Cabo Frio

Sobrecarga no sistema antifraude prejudica milhares de alunos de autoescola em todo o estado

05 abril 2016 - 11h57
Problemas no programa de biometria cancelam aulas de direção em Cabo Frio

Um problema no novo sistema biométrico usado para atestar a presença de alunos nas autoescolas e, desta forma, evitar fraudes está causando problemas para milhares de alunos em todo estado. Obrigatório desde segunda-feira (4), o uso do novo programa por mais de 300 autoescolas no Rio de Janeiro sobrecarregou o sistema, provocando o cancelamento de aulas. No entanto, segundo profissionais de autoescolas de Cabo Frio, o problema é da empresa que não teria desenvolvido o programa de forma satisfatória. 

– O programa é bom porque evita fraudes, mas tem que ser aperfeiçoado. A gente até abre a primeira página, mas na hora de realizar a biometria está demorando de 25 minutos a meia hora, sendo que depois de 15 minutos, a aula é perdida  – reclama Walter da Silva Santos, instrutor da Autoescola Atlântico. 

De acordo com Walter, pelo novo sistema, as digitais são passdas em tempo real para o Detran, em vez do que acontecia até então quando ficavam armazenadas em um servidor e depois repassada para o órgão estadual. Todavia, entre outros problemas, as aulas em simulador ainda estão senbdo feitas pelo programa antigo. O custo para adesão ao novo sistema também é mais alto. Enquanto um sensor de identificação do sistema antigo custa cerca de R$ 300, um equipamento novo sai aproximadamente por R$ 2.500. 

Leia essa matéria completa na edição desta quarta-feira da Folha dos Lagos.