Assine Já
quinta, 16 de julho de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
13ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 3553 Óbitos: 207
Confirmados Óbitos
Araruama 671 42
Armação dos Búzios 288 8
Arraial do Cabo 88 11
Cabo Frio 1067 66
Iguaba Grande 257 20
São Pedro da Aldeia 565 21
Saquarema 617 39
Últimas notícias sobre a COVID-19
auto escola

Problemas no programa de biometria cancelam aulas de direção em Cabo Frio

Sobrecarga no sistema antifraude prejudica milhares de alunos de autoescola em todo o estado

05 abril 2016 - 11h57
Problemas no programa de biometria cancelam aulas de direção em Cabo Frio

Um problema no novo sistema biométrico usado para atestar a presença de alunos nas autoescolas e, desta forma, evitar fraudes está causando problemas para milhares de alunos em todo estado. Obrigatório desde segunda-feira (4), o uso do novo programa por mais de 300 autoescolas no Rio de Janeiro sobrecarregou o sistema, provocando o cancelamento de aulas. No entanto, segundo profissionais de autoescolas de Cabo Frio, o problema é da empresa que não teria desenvolvido o programa de forma satisfatória. 

– O programa é bom porque evita fraudes, mas tem que ser aperfeiçoado. A gente até abre a primeira página, mas na hora de realizar a biometria está demorando de 25 minutos a meia hora, sendo que depois de 15 minutos, a aula é perdida  – reclama Walter da Silva Santos, instrutor da Autoescola Atlântico. 

De acordo com Walter, pelo novo sistema, as digitais são passdas em tempo real para o Detran, em vez do que acontecia até então quando ficavam armazenadas em um servidor e depois repassada para o órgão estadual. Todavia, entre outros problemas, as aulas em simulador ainda estão senbdo feitas pelo programa antigo. O custo para adesão ao novo sistema também é mais alto. Enquanto um sensor de identificação do sistema antigo custa cerca de R$ 300, um equipamento novo sai aproximadamente por R$ 2.500. 

Leia essa matéria completa na edição desta quarta-feira da Folha dos Lagos.