Assine Já
sexta, 18 de setembro de 2020
Região dos Lagos
30ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 7654 Óbitos: 398
Confirmados Óbitos
Araruama 1514 100
Armação dos Búzios 468 10
Arraial do Cabo 215 13
Cabo Frio 2467 130
Iguaba Grande 627 34
São Pedro da Aldeia 1213 50
Saquarema 1150 61
Últimas notícias sobre a COVID-19
Alair

Problemas com Justiça fizeram Alair desistir de candidatura

Recentemente, prefeito perdeu recurso no STJ e poderia ficar inelegível

09 julho 2016 - 11h25Por Rodrigo Branco

O prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa (PP), não concorrerá à reeleição em outubro. Ele anunciou a decisão para um grupo de aliados e correligionários no início da noite de ontem, durante reunião no centro da cidade.

E confirmando o que o Blog do Cabral já tinha antecipado há cerca de duas semanas, o plano B do grupo governista é o ex-deputado federal e presidente municipal do PSDB, Paulo César da Guia, que apoiou Alair em 2012 e dava sinais de reaproximação com o grupo.

O candidato a vice-prefeito da chapa será o vereador Paulo Henrique Corrêa (PP), sobrinho de Alair e que vinha sendo um dos nomes cotados para substituí-lo em caso de desistência.

Segundo informações de bastidores, o principal motivo para o atual prefeito ter se retirado da disputa não foi a grave crise na administração municipal, nem a popularidade em baixa e sim a questão jurídica.

Depois de ter que recorrer à Justiça para assumir o atual mandato por falta de documentos, Alair temia ter o registro de candidatura negado ou mesmo uma eventual, mas improvável vitória, impugnada pelo TSE.

Conforme matéria publicada pela Folha no último dia 15, o prefeito teve o último recurso negado pelo Superior Tribunal de Justiça na ação de improbidade administrativa proposta pelo Ministério Público, por conta de irregularidades cometidas entre junho de 1998 e fevereiro de 1999, durante o seu segundo mandato.

Segundo fontes, na avaliação feita por Alair junto com seus aliados, haveria dificuldades de sustentar sua candidatura mesmo com os problemas do principal adversário, o deputado federal Marquinho Mendes (PMDB), com a Justiça Eleitoral e o Tribunal de Contas do Estado. Ele teria, inclusive, manifestado o temor de que o também deputado Janio Mendes (PDT) se beneficiasse da situação política dele.

– Vai acabar caindo no colo dele – afirmou Alair, segundo a Folha dos Lagos apurou junto a fontes próximas.

Governador interino estaria pressionando prefeito a voltar atrás na decisão

O vazamento da reunião em que o prefeito anunciou que se retiraria da disputa caiu com uma bomba em meio ao seu grupo político. Entre o fim da noite de sexta (8) e começo da madrugada deste sábado (9), começaram a circular nas redes sociais e em grupos de WhatsApp, rumores de que uma reviravolta poderia ocorrer. Segundo pessoas próximas a Alair, o governador interino e presidente de honra do PP, Francisco Dornelles, estaria o pressionando a rever a decisão, sob a alegação que o partido terá candidato próprio em Cabo Frio. Assíduo nas redes sociais,o prefeito ainda não se manifestou publicamente sobre o assunto. 

Leia também:

Alair desiste de candidatura e Paulo César será candidato do governo