Assine Já
quarta, 30 de setembro de 2020
Região dos Lagos
28ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8402 Óbitos: 437
Confirmados Óbitos
Araruama 1657 103
Armação dos Búzios 500 10
Arraial do Cabo 252 15
Cabo Frio 2765 149
Iguaba Grande 695 37
São Pedro da Aldeia 1353 54
Saquarema 1180 69
Últimas notícias sobre a COVID-19
Justiça

Prefeitura tem 48 horas para divulgar lista de quem não recebeu salário

Decisão da Justiça de Cabo Frio foi na tarde desta quinta (14)

14 julho 2016 - 18h47Por Redação I Foto: Evandro Mureb
Prefeitura tem 48 horas para divulgar lista de quem não recebeu salário

A Justiça determinou que a Prefeitura de Cabo Frio tem 48 horas para divulgar o nome dos servidores sem os salários de abril e maio. O governo também precisará justificar o atraso nos pagamentos e provar que não há dinheiro para pagar o funcionalismo público. A decisão da juíza Silvana da Silva Antunes, da 3ª Vara Cível da cidade, foi tomada em audiência entre o poder público e o Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe Lagos), na tarde desta quinta-feira (14).

Se a Prefeitura não apresentar todas as informações e comprovar a falta de dinheiro nos cofres públicos, um novo bloqueio das contas públicas poderá acontecer novamente. O encontro queria chegar a um consenso entre as partes. O governo queria escalonar pagamento, com a data limite para cada dia 27. A categoria rejeitou a proposta.

O primeiro arresto foi obtido na última sexta-feira em mais de R$ 10 milhões pelo Sindicato dos Profissionais da Educação (Sepe). O motivo foi o pagamento dos funcionários com o salário em atraso. A decisão determinou que todo dinheiro que cair nos cofres será enviado ao pagamento dos professores até completar o valor estipulado.

O segundo bloqueio foi conseguido pelo Sindcaf, com arresto de 46,4 milhões, também para o depósito dos servidores com salários atrasados. Um novo bloqueio seria o terceiro arresto em pouco mais de uma semana.