Assine Já
sábado, 15 de maio de 2021
Região dos Lagos
24ºmax
16ºmin
Alerj
Alerj
TEMPO REAL Confirmados: 38271 Óbitos: 1463
Confirmados Óbitos
Araruama 9632 300
Armação dos Búzios 4705 57
Arraial do Cabo 1332 69
Cabo Frio 10222 542
Iguaba Grande 3800 93
São Pedro da Aldeia 5306 227
Saquarema 3274 175
Últimas notícias sobre a COVID-19
FLEXIBILIZAÇÃO NAS AREIAS

Prefeitura libera uso de mesas e guarda-sóis pelos barraqueiros nas praias de Cabo Frio

Decreto publicado nesta sexta-feira regulamenta as regras de acesso e uso do espaço nas areias; uso de cadeiras por banhistas segue proibido

16 abril 2021 - 18h32Por Redação

Conforme o prefeito de Cabo Frio  José Bonifácio (PDT) havia adiantado em entrevista publicada na edição impressa da Folha dos Lagos desta sexta-feira (16), os barraqueiros receberam a permissão para usar dez mesas, cadeiras e guarda-sóis nas praias do município. A liberação está no decreto nº 6.509, publicado esta tarde no Diário Oficial on-line do município. Para os banhistas e ambulantes, contudo, continua a proibição em vigor desde meados de março.

O novo decreto regulamenta as normas de acesso e permanência nas praias, que estão liberadas para o público desde a última segunda-feira (12), após mais de duas semanas de interdição, por causa da antecipação dos feriados do mês de abril, o chamado 'superferiadão', por parte do Governo do Estado.

Pelo documento, fica permitido o acesso às praias do município, o banho de mar e a prática de esportes individuais, desde que observadas as normas de distanciamento social e a utilização de máscaras de proteção facial. As barracas autorizadas poderão funcionar das 7h às 17h. A autorização para o exercício da atividade deverá ser exposta em lugar visível e estar de posse do ambulante, para o caso de ser solicitada pelos fiscais da Prefeitura.

Ao longo de toda a semana, os banhistas aproveitaram a liberação do acesso às praias, ainda que ela não estivesse regulamentada por decreto. No entanto, muitos frequentadores ignoraram a determinação anterior para que não fossem usados guarda-sóis. O último documento, que proibia a entrada nas areias, perdeu a validade no último domingo (11). 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.