Assine Já
quinta, 26 de novembro de 2020
Região dos Lagos
29ºmax
19ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 11817 Óbitos: 538
Confirmados Óbitos
Araruama 2355 117
Armação dos Búzios 1070 16
Arraial do Cabo 388 16
Cabo Frio 3625 181
Iguaba Grande 1107 40
São Pedro da Aldeia 1801 76
Saquarema 1471 92
Últimas notícias sobre a COVID-19
Carnaval 2018

Prefeitura libera uso de espaço públicos para patrocinadores do Carnaval 2018

Contudo, autorização definitiva acontecerá mediante apresentação de projeto técnico e financeiro

20 julho 2017 - 10h05Por Texto e foto: Rodrigo Branco
Prefeitura libera uso de espaço públicos para patrocinadores do Carnaval 2018

O Carnaval 2018 em Cabo Frio ganhou um alento. Em reunião realizada no começo da noite de ontem no Charitas, a Secretaria Municipal de Cultura anunciou que a prefeitura liberou previamente o uso de espaços públicos para a exibição das marcas de empresas que se interessarem em patrocinar a folia de rua cabofriense. No entanto, o secretário Ricardo Chopinho disse que a liberação somente será concretizada após a apresentação de um projeto por parte da Associação de Blocos (Abaccaf).

– Pela primeira vez desde 2004, a prefeitura autoriza o uso dos espaços públicos para propaganda, inclusive os postes da orla do Forte. Mas é preciso que se apresente um projeto. Imagine se uma empresa que quiser patrocinar, diga que para isso tenha que se arrancar os postes da orla – argumentou.

O secretário comentou ainda que a prefeitura compromete-se a ajudar na captação de parceiros que ajudem a bancar a festa, uma vez que o poder público não colocará recursos para isso. Machado afirmou ainda que, caso o apoio seja dado em forma de verba, ela poderá ser depositada em uma conta específica do Fundo Municipal de Cultura. Inclusive, toda a estrutura legal foi montada de modo que as doações possam ser feitas pela Lei Rouanet.

– Haverá um plano de trabalho para saber como se deve gastar o dinheiro. A conta foi criada para dar legalidade a isso – completou o secretário.
Outra boa notícia para os blocos é que a prefeitura garantiu a construção de uma nova sede para a associação, uma vez que a entidade foi despejada do local onde ficava instalada, na Morada do Samba. Para isso, deverão ser escolhidos entre três espaços, em diferentes locais da cidade. O presidente da Abbacaf, Joir Reis, comemorou as novidades.

– Acredito que a gente vai conseguir fazer agora um carnaval com mais dignidade e volume do que foi nos anos anteriores – disse Joir, que afirmou já ter conversas em andamento com possíveis investidores.

Com enredo único, escolas de samba devem desfilar juntas no Forte

Embora a reunião de ontem tenha sido convocada para tratar basicamente sobre o patrocínio privado e a nova sede dos blocos, também foi debatida a situação das escolas de samba da cidade. Segundo o secretário de Cultura, a dívida de mais de R$ 800 mil das agremiações inviabiliza o desfile no ano que vem. Além disso, boa parte das escolas está com seus atos constitutivos vencidos, o que as coloca na clandestinidade.

Por outro lado, apesar de pregar que o momento é de reestruturação, o presidente da recém-criada União das Escolas de Cabo Frio (Unescaf), Felício Batista, não descartou a possibilidade das agremiações fazerem parte do projeto de patrocínio ao carnaval cabofriense. Ele antecipou que a entidade pretende organizar um desfile na Praia do Forte, com enredo único e a participação de integrantes de todas as escolas.

– Desfile na Morada do Samba não acontecerá. Mas acontecerá essa grande manifestação cultural, com esse grande enredo que estamos escolhendo e que vai mostrar a nossa força já em 2018 – projeta Felício.