Assine Já
terça, 26 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
31ºmax
22ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 22503 Óbitos: 742
Confirmados Óbitos
Araruama 5567 166
Armação dos Búzios 2960 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 6068 247
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 2221 110
Últimas notícias sobre a COVID-19
Plano de Mobilidade Participativa

Prefeitura lança Plano de Mobilidade Participativa nesta quarta (28)

Segundo secretário, elaboração do projeto não pode ser 'de cima para baixo'

28 junho 2017 - 08h21Por Redação I Foto: Arquivo Folha
Prefeitura lança Plano de Mobilidade Participativa nesta quarta (28)

Cabo Frio dará o pontapé inicial para tentar desatar o nó do problemático trânsito no município. Hoje, a partir das 11 horas, no auditório da prefeitura, será lançado o Plano de Mobilidade Participativa que, como o nome sugere, terá a contribuição de diversos segmentos da sociedade civil. Segundo o secretário de Mobilidade Urbana, Mauro Branco, não poderia ser diferente.

– Hoje a ênfase é tentar descobrir com a cidade o que ela quer para a sua mobilidade urbana. Essa construção não pode ser unilateral. Não é do governo para o cidadão e sim do governo com o cidadão. A decisão tem que ser coletiva porque senão cria mais conflitos onde já existem conflitos demais – comenta.

Com a ocupação cada maior nos lugares mais distantes da cidade, como a periferia e o segundo distrito, cresce a preocupação com os longos deslocamentos. De acordo com a prefeitura, esses locais terão equipes setoriais de participação popular. Como um todo, o plano contemplará itens como acessibilidade, transporte coletivo e infraestrutura viária, considerados fundamentais diante das dificuldades encontradas diariamente por motoristas, pedestres e ciclistas.

– A cidade piorou, mas todas as cidades pioraram. É normal. Quanto mais carros e menos espaço, aumentam os conflitos. O crescimento da cidade demanda deslocamento. Precisamos parar para conversar e dialogar com a sociedade para ver o que ela deseja – conclui o secretário Mauro Branco.drigo Maia.