Assine Já
segunda, 06 de julho de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
17ºmin
TEMPO REAL Suspeitos: 337 Confirmados: 3024 Óbitos: 179
Suspeitos: 337 Confirmados: 3024 Óbitos: 179
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 272 585 40
Armação dos Búzios X 256 6
Arraial do Cabo 11 73 11
Cabo Frio X 954 58
Iguaba Grande 13 207 20
São Pedro da Aldeia 24 465 16
Saquarema 17 484 28
Últimas notícias sobre a COVID-19
quebra-molas

Prefeitura inicia instalação de quebra-molas na Avenida Wilson Mendes

Providência acontece depois que moradores bloquearam o trânsito na via

05 novembro 2014 - 15h47Por Texto e fotos: Nicia Carvalho
 Prefeitura inicia instalação de quebra-molas na Avenida Wilson Mendes

Funcionários da Secretaria de Obras da Prefeitura de Cabo Frio deram início na manhã desta quarta-feira (5) à instalação de quebra-molas na Avenida Wilson Mendes, no bairro Jacaré. O trabalho teve início próximo ao Mercado Municipal do Peixe e o objetivo é evitar que novos acidentes aconteçam no local. Na manhã de terça-feira (4), uma comissão formada por cinco moradores do bairro se reuniu com o prefeito Alair Corrêa (PP) para reclamar sobre a falta de sinalização na via. O prefeito garantiu que a secretaria de Obras iria instalar os redutores dois quebra-molas emergenciais, dos quais um seria na subida e outro na descida da Ponte Feliciano Sodré. Além disso, o governo municipal se comprometeu num prazode 15 dias a apresentar para a comissão um projeto de intervenção definitiva para o local.

– Qualquer projeto para essa área tem que ser bem planejado porque senão pode causar um enorme congestionamento no centro da cidade e as pessoas não podem ficar em risco. Mas seja o custo que for, tem que ser feito – assegurou o prefeito.

Além dos redutores e das placas de sinalização indicando os quebra-molas, um plano de intervenção definitiva para o trecho está sendo elaborado pelos técnicos da prefeitura. O Dentre as opções, o projeto pode contemplar radar eletrônico de velocidade, fixado em cerca de 30 ou 40km/hora, semáforo, pinturas horizontais e verticais.

 A ideia da secretaria de Obras é fechar o acesso em frente ao mercado de peixe no sentido Rio, Porto do Carro e Jardim Esperança e levar cerca e 30 metros para trás. Questionado sobre o porquê de o local não ter sido sinalizado antes, o secretário de Obras explicou que as necessidades mudaram.

– Quando a ponte foi erguida as circunstâncias eram outras. Hoje temos mais carros, aumentou a população, a velocidade dos carros é maior. Mas vamos corrigir isso – afirmou.

Castro explicou ainda que além dos dois redutores de velo-cidade que serão instalados hoje, também serão colocadas placas de sinalização para avisar aos motoristas sobre os quebra-molas.

– Precisamos das placas para os motoristas não serem pegos de surpresa e terem que reduzir a velocidade bruscamente. O que também pode ocasionar acidentes – completou.

Segundo os moradores muitas pessoas já foram vítimas da imprudência dos motoristas que trafegam pela ponte com velocidade que varia entre 80km/hora a 120 km/hora. Desde a construção, há 12 anos, o comerciante Adriano Melo, 40, diz ter presenciado pelo menos oito acidentes com morte. No total, 15 mortes aconteceram no local.

– Demorou muito para que alguma coisa fosse feita. Na verdade, desde a construção da ponte isso já deveria ter sinalizado melhor esse trecho – contou.  

O encontro aconteceu depois que um grupo de moradores do bairro Jacaré bloqueou o trânsito, por volta das 18h30 de segunda-feira (3), na Avenida Wilson Mendes, no acesso da Ponte Feliciano Sodré. Manifestantes colocaram pneus na pista e atearam fogo em protesto por conta da falta de sinalização.