Assine Já
sexta, 03 de dezembro de 2021
Região dos Lagos
25ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 53693 Óbitos: 2188
Confirmados Óbitos
Araruama 12500 448
Armação dos Búzios 6584 73
Arraial do Cabo 1754 93
Cabo Frio 15591 902
Iguaba Grande 5572 147
São Pedro da Aldeia 7051 290
Saquarema 4641 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
Cabo Frio

Prefeitura faz nova proposta de reparcelamento: 8 meses

Marquinho Mendes reuniu-se na manhã desta quarta (14) com representantes sindicais

14 junho 2017 - 16h53Por Redação I Foto: Divulgação PMCF
Prefeitura faz nova proposta de reparcelamento: 8 meses

O prefeito de Cabo Frio Marquinho Mendes negociou, na manhã desta quarta-feira (14), uma nova proposta de parcelamento da dívida que resta da gestão anterior com o funcionalismo municipal. Pela proposta, a dívida restante, de aproximadamente R$ 13 milhões, seria quitada em 8 parcelas, sendo de julho a dezembro com um teto de R$ 1 milhão por mês, e a outra parte, cerca de R$ 7 milhões, em janeiro e fevereiro, época que o município mais arrecada por conta do IPTU.  

A proposta não vale para os aposentados e para os funcionários da Guarda Civil e da Educação, já que essas categorias estão com os pagamentos mais avançados em relação à dívida deixada pela gestão anterior. O objetivo é que o restante da dívida com essas categorias seja quitado mais rapidamente (confira aqui o que foi pago este ano em salários e acordos e o que falta). A negociação também não interfere nos salários deste ano, que continuarão a ser pagos normalmente.  

Desde o início deste ano o atual governo já investiu R$ 171 milhões em pagamento de salários, sendo, deste valor, R$ 45,8 milhões referentes a dívidas deixadas pela gestão anterior. Para isso, a Prefeitura vinha pagamento duas folhas salariais por mês, mas com a queda nas receitas após o período de maior arrecadação, que é o início do ano, a prática tornou-se inviável.

"Gostaria de agradecer a vocês pelo respeito mútuo com que estamos fazendo as negociações. Entendo a situação do servidor e estamos nos desdobrando para acabar com os problemas deixados pelo governo anterior. Precisamos ser realistas e negociar dentro do que é possível ser feito. Continuaremos agindo com transparência e priorizando o servidor público", afirmou o prefeito na reunião com representantes do Sindicato dos Servidores, do Sindicato dos Funcionários da Saúde, além de representantes dos fiscais e dos auxiliares de serviços gerais.