Assine Já
domingo, 24 de outubro de 2021
Região dos Lagos
27ºmax
18ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
COM PARTICIPAÇÃO DA PM

Prefeitura desbarata quadrilha que traficava animais silvestres no distrito de Tamoios

Alguns dos animais apreendidos iriam ser levados para uma feira em Duque de Caxias

16 agosto 2020 - 13h47Por Redação

Uma operação conjunta entre os agentes da Secretaria do Meio Ambiente e da Coordenadoria de Assuntos Fundiários desbaratou, neste sábado (15) uma quadrilha de traficantes de animais silvestres que atuava no Distrito de Tamoios.  Foram apreendidos mais de 50 pássaros de diversas espécies e dois micos-leões-dourados, que já estavam em uma jaula, prontos para serem levados para uma feira na cidade de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A Polícia Militar foi chamada e prendeu duas pessoas em flagrante.

A operação foi resultado das denúncias recebidas pelos fiscais da Secretaria do Meio Ambiente, que solicitaram auxílio dos fiscais da Coordenadoria de Assuntos Fundiários.  Após a chegada da Polícia Militar é que os agentes públicos foram até a casa dos denunciados e apreenderam, no local, mais de 50 pássaros de várias espécies e dois micos-leões-dourados, que já estavam em uma gaiola, prontos para serem levados para serem vendidos na feira de Duque de Caxias, segundo confessou o dono da casa.

A Polícia Militar prendeu em flagrante o dono da casa onde estavam os animais e a pessoa que iria levar os micos para a comercialização.  Durante a operação, um dos micos, que já estava bastante debilitado, morreu.
A polícia e os agentes municipais trabalham, agora, para encontrar a pessoa que capturava os animais, inclusive dentro da APA do Rio São João e no Parque Natural Municipal do Mico-Leão-Dourado.

“Temos que parabenizar o trabalho de inteligência dos nossos agentes, que esperaram o momento certo para agir e desbaratar todo o esquema, desde a caça, o cativeiro e a comercialização. Os pássaros e o mico serão avaliados e recuperados para serem devolvidos à natureza assim que possível”, afirmou o secretário de Meio Ambiente Mario Flavio Moreira”

“Nós, que atuamos contra as invasões de áreas ambientais, já vínhamos percebendo a atuação de caçadores em Tamoios, e não poderíamos deixar de dar o apoio solicitado pelo Meio Ambiente. Gostaria de agradecer aos Policiais do 25º BPM, lotados na DPO de Tamoios, pelo pronto atendimento à nossa chamada.  Esperamos que, agora, quem comete esse tipo de crime, pense duas vezes antes de agir, pois estamos alertas”, disse o coordenador de assuntos Fundiários, Ricardo Sampaio.

A população pode denunciar crimes ambientais pelo e-mail [email protected]  O anonimato é garantido.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.