Assine Já
domingo, 17 de outubro de 2021
Região dos Lagos
23ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52181 Óbitos: 2123
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6500 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14677 858
Iguaba Grande 5464 140
São Pedro da Aldeia 6968 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
RECUSA PODE ACARRETAR SANÇÕES

Prefeitura de Cabo Frio torna vacinação contra Covid-19 obrigatória para servidores

Decreto assinado pelo prefeito José Bonifácio passou a valer com a publicação em Diário Oficial

16 setembro 2021 - 15h23Por Rodrigo Branco

A Prefeitura de Cabo Frio passará a exigir comprovação de vacinação contra a Covid-19 na administração municipal. O decreto Nº 6.653, assinado pelo prefeito José Bonifácio, foi publicado na edição Nº 283 (caderno 1) do Diário Oficial do Município.

O texto indica que a imunização contra a doença é obrigatória para todos os servidores e empregados públicos municipais, e se estende aos prestadores de serviços contratados pelos órgãos e entidades da Administração Pública Municipal, direta e indireta.

Quem não obedecer está sujeito a sanções da prefeitura. “A recusa, sem justa causa, em submeter-se à vacinação contra a Covid-19 caracteriza falta disciplinar passível de suspensão de pagamento e aplicação das sanções previstas na Lei n° 380, de 29 de outubro de 1981”, indicou o texto do decreto.

Entre as sanções previstas na legislação do município estão a suspensão de pagamento, advertência, repreensão, suspensão, multa, destituição de função, demissão, cassação de aposentadoria, jubilação e disponibilidade.

De acordo com o decreto, o cumprimento da vacinação, emitido pelo Sistema Único de Saúde (SUS), deverá ser apresentado ao titular do órgão ou da entidade em que o servidor ou empregado público estiver lotado.

O servidor e os prestadores de serviços poderão comprovar a situação vacinal regular pelo Certificado Nacional de Vacinação da Covid-19, de onde o documento deve ser impresso, pela plataforma Conecte SUS Cidadão.

Para a adoção da obrigatoriedade, a Prefeitura considerou a Lei Federal nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020 que diz: “para o enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do novo coronavírus, as autoridades poderão adotar, no âmbito de suas competências, entre outras, a determinação de realização compulsória de vacinação e outras medidas profiláticas”.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.