Assine Já
sexta, 25 de setembro de 2020
Região dos Lagos
27ºmax
18ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 8032 Óbitos: 418
Confirmados Óbitos
Araruama 1614 102
Armação dos Búzios 477 10
Arraial do Cabo 241 15
Cabo Frio 2555 140
Iguaba Grande 671 36
São Pedro da Aldeia 1309 51
Saquarema 1165 64
Últimas notícias sobre a COVID-19
Cabo Frio

Prefeitura de Cabo Frio rejeita Ano Novo com tudo pago

Cervejaria queria investir até R$ 4 milhões no Réveillon, além de mais verbas para Carnaval

17 dezembro 2015 - 09h20Por Nicia Carvalho

Nem os constantes protestos do funcionalismo municipal, nem a fila de prestadores de ser­viços que cobram por pagamen­tos de salários e serviços foram suficientes para a Prefeitura de Cabo Frio agarrar a proposta de Réveillon a custo zero, com or­çamento de até R$ 4 milhões, feita por uma cervejaria que não teve o nome divulgado. Ao con­trário, conforme a Folha dos La­gos mostrou na edição de ontem, o governo deve gastar R$ 960 mil com as seis balsas que serão utilizadas para disparar os fogos, estes custeados por empresários.

Dentro da proposta de inves­timento da empresa, além dos fogos na Praia do Forte, haveria um show com artista de renome nacional. Os fogos seriam reali­zados em outros pontos da cida­de. O projeto previa ainda verba para custear shows em janeiro com artistas conhecidos e locais, além de recursos para o Carna­val, que seria realizado a exemplo

 do Carnaval de Rua do Rio de Janeiro, capital do estado.

– Acho absurdo numa época em que tudo está atrasado e a economia local parada o gover­no gastar esse dinheiro. Deveria ser apenas apoio com seguran­ça, Corpo de Bombeiros, ambu­lâncias, parte burocrática como autorizações. Agora dinheiro? Apresentamos essa empresa que tinha interesse de custear 100% do fim do ano, assim como a alta temporada e o Carnaval, mas a negociação não avançou – ques­tionou Carlos Cunha, presiden­te da Associação de Hotéis de Cabo Frio (AHCF).

 

*Leia a matéria completa na edição impressa desta quinta-feira (17)