Assine Já
terça, 07 de dezembro de 2021
Região dos Lagos
25ºmax
19ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 53859 Óbitos: 2198
Confirmados Óbitos
Araruama 12575 449
Armação dos Búzios 6589 73
Arraial do Cabo 1755 93
Cabo Frio 15647 903
Iguaba Grande 5581 147
São Pedro da Aldeia 7057 290
Saquarema 4655 243
Últimas notícias sobre a COVID-19
NÃO FALTOU TRABALHO

Prefeitura de Cabo Frio fez 2.690 notificações de trânsito e aplicou 418 multas durante o feriadão

Balanço divulgado nesta terça (8) aponta que 20% dos meios de hospedagem fiscalizados tinham irregularidades

09 setembro 2020 - 17h53Por Redação

A Prefeitura de Cabo Frio divulgou, nesta terça-feira (8), o balanço das ações realizadas pela equipe de ordenamento composta pelas secretarias de Mobilidade Urbana, Turismo e Cultura, Saúde, Segurança e Ordem Pública, durante o feriadão de Independência. Uma força-tarefa foi montada para fazer cumprir os decretos e medidas de combate ao novo coronavírus. Entre os dias 4 e 7, foram realizadas 2.690 notificações e aplicadas 418 multas por estacionamento irregular. Entre as irregularidades, foram flagrados veículos parados em esquinas, em vagas de idoso e de deficientes sem a devida identificação, bem como desrespeitando a sinalização.

No fim de semana prolongado, os agentes públicos municipais também fizeram nove apreensões e remoções para o Depósito Público Municipal, entre elas, de três veículos de transporte de turismo. Desde a última sexta (4), foi montada uma operação especial nas três barreiras sanitárias – Avenida América Central, Avenida Wilson Mendes e no trevo na Estrada do Guriri – onde os veículos que transportavam passageiros irregularmente foram autuados. Contudo, a Prefeitura não divulgou a quantidade de veículos barrados. 

Nas praias, onde os ambulantes e barraqueiros tiveram permissão temporária para trabalhar, os fiscais da Coordenadoria de Posturas fizeram dez apreensões, entre mesas, cadeiras, guarda sol, carrinhos de picolé e churrasqueira. De acordo com o governo municipal, a ação nas praias do Forte, Peró, Conchas e Pontal teve início nas primeiras horas do dia, e o objetivo foi conscientizar sobre a proibição de permanência nas praias, fiscalizar o trabalho dos ambulantes durante o projeto piloto e coibir a prática de cobrança de estacionamento por flanelinhas. 

Entretanto, como a Folha noticiou durante o feriado, o movimento nas praias foi muito intenso, contrariando o decreto municipal que impede a permanência de banhistas no local. Durante a ação dos fiscais, inclusive, houve resistência dos frequentadores, além de intimidações e ameaças, segundo nota da Prefeitura emitida no último domingo (6). O caso foi parar na delegacia (126ª DP), onde uma ocorrência foi registrada.

Fiscalização nos hotéis – A Secretaria de Turismo fiscalizou casas de veraneio, pousadas e hotéis para certificar se os meios de hospedagem cumpriam as normas sanitárias, incluindo a determinação para que a ocupação máxima ficasse restrita de 40%. 

Dos 25 estabelecimentos inspecionados, em cinco (20%) foram encontradas irregularidades, entre elas, falta de álcool em gel e número de hóspedes superior ao permitido. A Coordenadoria de Vigilância em Saúde Ambiental acompanhou a ação e notificou os locais.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.