Assine Já
quarta, 20 de janeiro de 2021
Região dos Lagos
29ºmax
22ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Confirmados: 21341 Óbitos: 711
Confirmados Óbitos
Araruama 5363 160
Armação dos Búzios 2875 30
Arraial do Cabo 651 33
Cabo Frio 5750 231
Iguaba Grande 1988 50
São Pedro da Aldeia 3048 106
Saquarema 1666 101
Últimas notícias sobre a COVID-19
FISCALIZAÇÃO APERTA

Prefeitura de Cabo Frio faz operação contra invasão de terras em Tamoios

Ação da da Coordenadoria de Assuntos Fundiários e da Secretaria de Meio Ambiente teve apoio da PM

24 julho 2020 - 14h56Por Redação

Agentes da Coordenadoria de Assuntos Fundiários e da Secretaria de Meio Ambiente de Cabo Frio realizaram nesta quinta-feira (23), uma ação conjunta no combate à invasão de áreas públicas e de proteção ambiental na região do segundo distrito do município. A operação teve apoio da Polícia Militar, atendendo a denúncias de parcelamentos irregulares do solo para venda, construções e cercamentos feitas pelos moradores.

Os fiscais flagraram uma construção irregular no Parque Natural Municipal do Mico-Leão-Dourado. A obra foi embargada. Situações semelhantes de loteamentos irregulares e inícios de construções foram encontradas na Alameda das Palmeiras, no fim da Rua Casa Grande e na localidade de Pinguela. No Loteamento Santa Margarida III, os agentes identificaram um parcelamento de solo em área pertencente ao município.

No loteamento Orla 500, uma construção sem as devidas licenças municipais foi interrompida. Também foram flagradas novas construções às margens do Rio são João, próximo à Avenida Beira Rio. Neste local, os responsáveis foram multados.

– Nossas operações continuarão a ser realizadas diariamente, inclusive aos fins de semana, até que toda essa atividade ilegal cesse em Cabo Frio. Lembramos que os responsáveis por essas invasões e parcelamentos irregulares para fins de comercialização, estão sendo todos responsabilizados e criminalizados junto à Justiça. É muito importante que a população continue denunciando essas invasões – afirmou o coordenador de Assuntos Fundiários, Ricardo Sampaio.

Denúncias podem ser feitas pelo e-mail [email protected] O anonimato é garantido.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.