Assine Já
quinta, 21 de outubro de 2021
Região dos Lagos
20ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 52262 Óbitos: 2141
Confirmados Óbitos
Araruama 12321 438
Armação dos Búzios 6516 72
Arraial do Cabo 1720 92
Cabo Frio 14721 876
Iguaba Grande 5469 140
São Pedro da Aldeia 6984 288
Saquarema 4531 235
Últimas notícias sobre a COVID-19
QUAL É A CONTA?

Prefeitura de Cabo Frio cria comissão para avaliar impacto financeiro do concurso público

Provas do certame seguem marcadas para os meses de maio a julho

14 abril 2021 - 19h38Por Redação

O prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio (PDT), assinou nesta quarta-feira (14) a Portaria Nº 1579/2021 que cria a Comissão Interna de Estudo sobre o Concurso Público 2020/2021. O grupo desenvolverá uma análise dos impactos financeiros e orçamentários no Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações (PCCR) da Prefeitura de Cabo Frio. Mediante a realização do certame a partir do mês de maio, o grupo avaliará os reflexos da admissão de novos efetivos para o exercício de funções nas repartições públicas cabo-frienses. Apesar do trabalho, a princípio, não haverá mudança nas datas das provas, marcadas entre maio e julho (veja abaixo). 

A Comissão Interna de Estudos terá o objetivo de discutir e desenvolver a análise abordando principalmente a aprovação de cerca de 900 servidores para o quadro municipal. Juntamente ao reflexo financeiro, o grupo discutirá como a contratação se dará em cumprimento às leis de responsabilidade fiscal, projetando a evolução da folha de pagamento municipal e novas regras de aposentadoria pela reforma previdenciária.

Também caberá aos componentes, sugerir atualizações da legislação em regência, quando necessário. Dentre as deliberações recomendadas na portaria, estão a adoção de medidas a fim de evitar o comprometimento da máquina pública e o endividamento municipal, além do mínimo legal previsto.

“A ideia inicial do prefeito José Bonifácio, para o adiamento do concurso público 2020/2021, tinha o objetivo de que nós tivéssemos mais tempo hábil para trazer a discussão a público do ingresso desses novos servidores sob o regime do PCCR. Mediante ao não adiamento, criamos essa Comissão Interna de Estudos para debater o impacto do ingresso de mais de 900 servidores, falando sob a ótica do impacto orçamentário e financeiro nas contas da prefeitura”, destacou o secretário de Administração, Ruy França.

O grupo será composto por servidores municipais e por representações dos sindicatos dos Trabalhadores da Saúde de Cabo Frio (Sindsaúde), dos Servidores Públicos Municipais de Cabo Frio (Sindicaf) e do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Rio de Janeiro (Sepe Lagos). A composição governamental contará com duas servidoras da Procuradoria Geral do Município e três servidoras da Secretaria de Administração, sendo uma da secretária-adjunta de Recursos Humanos.

“Convidamos representantes de alguns sindicatos para que nos ajudem dentro da questão de saúde financeira, proporcionando a proximidade da representação civil organizada, para que possamos em conjunto debater o impacto no PCCR. Certamente outros concursos virão e precisamos discutir essas pautas que são importantes para Cabo Frio, objetivamente com uma administração e gestão financeira adequadas”, complementou Ruy.

Com a finalidade de dar transparência e comunicar à sociedade as temáticas discutidas na Comissão, o secretário pontuou que ao fim da avaliação, uma audiência pública deverá ser realizada.

“Ao longo do que se propõe o estudo, dentro desses nortes que estão estabelecidos para discussão, a comissão vai formular atas de conhecimento público, para que tenhamos uma audiência pública que comunique à população o que ficou esclarecido e os pontos principais que a administração deve seguir sobre permanência, adequação e substituição no PCCR. Tais ações serão discutidas para que tenhamos condições financeiras de poder fazer a retribuição adequada aos servidores, tendo uma administração que comporte dentro do que arrecada e gasta um equilíbrio”, finalizou.

O concurso – Em reunião realizada em fevereiro, o Ministério Público (MPRJ) e o município de Cabo Frio ajustaram um novo cronograma para a realização das provas do concurso público que seriam realizadas em março e abril deste ano, mas foram adiadas no último dia 11 de fevereiro. As avaliações estão marcadas entre o fim de maio e meados de julho. Confira AQUI

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.