Assine Já
sexta, 10 de julho de 2020
Região dos Lagos
22ºmax
17ºmin
Mercado Tropical
Mercado Tropical Mobile
TEMPO REAL Suspeitos: 320 Confirmados: 3310 Óbitos: 194
Suspeitos: 320 Confirmados: 3310 Óbitos: 194
Suspeitos:
Confirmados:
Óbitos:
Suspeitos Confirmados Óbitos
Araruama 274 658 42
Armação dos Búzios X 266 7
Arraial do Cabo 9 83 11
Cabo Frio X 1016 62
Iguaba Grande 13 218 20
São Pedro da Aldeia 1 528 19
Saquarema 23 541 33
Últimas notícias sobre a COVID-19
protesto

Prefeitura de Cabo Frio consegue liminar para tirar integrantes do Sepe da Secretaria de Fazenda

No entanto, integrantes do SindiSaúde e do Sindicaf continuam a ocupação

21 junho 2016 - 21h09
Prefeitura de Cabo Frio consegue liminar para tirar integrantes do Sepe da Secretaria de Fazenda

Depois de realizarem um ato em frente à Prefeitura, servidores se dirigiram para a sede da Secretaria Municipal de Fazenda, na rua Major Belegard, e ocuparam o prédio, na tarde desta terça-feura (21). O clima ficou tenso, e a PM foi chamada. A Prefeitura conseguiu uma liminar na Justiça para que o Sepe-Lagos saísse do prédio. No entanto, integrantes do SindiSaúde e Sindicaf continuaram na ocupação.

O comandante do 25º Batalhão, tenente-coronel André Henrique de Oliveira, foi à sede da secretaria para dialogar e tentar acalmar os ânimos

– É um verdadeiro absurdo essa diferenciação. A gente vêisso como assédio moral e perseguição às pessoas que estão exercendo o seu direito legítimo de greve. Vamos reforçar as medidas judiciais e estar com o pessoal na rua para mostrar a nossa indignação – declarou antes da passeata, a diretora de imprensa do Sepe-Lagos, Denise Teixeira.

A intenção de priorizar o pagamento dos servidores que não aderiram à greve tinha sido manifestada na semana passada pelo prefeirto Alair Corrêa em seu blog pessoal. Imediatamente, os sindicatos das categorias envolvidas repudiaram o ato.

Representantes da OAB local também se manifestaram e falaram que a medida é ilegal. Na nota, a prefeitura informou que quitaria “65% da folha de pessoal”, “estando em dia com as categorias dos Guardas Municipais e Coletores”. Mais adiante, o texto ressaltou que “na Educação, foi priorizado pagamento dos professores que não participaram da greve.