Assine Já
sábado, 13 de agosto de 2022
Região dos Lagos
25ºmax
15ºmin
VIAJE BEM Confira 331 hospedagens bem avaliadas na Região dos Lagos
PERIGO PARA OS MOTORISTAS

Prefeitura de Cabo Frio apreendeu 123 cavalos soltos nas rodovias que cortam a cidade desde janeiro

Equipe da Secretaria Municipal de Agricultura realizam apreensões mesmo em estradas cuja responsabilidade é do Governo do Estado

06 agosto 2022 - 13h08Por Redação

Desde o início do ano, a Prefeitura de Cabo Frio retirou de circulação 123 cavalos que estavam soltos nas principais rodovias que cortam o município. O trabalho vem sendo realizado, inclusive, em trechos sob a responsabilidade do Governo do Estado.

De janeiro a agosto, 54 animais de grande porte foram apreendidos pela equipe da Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca na Estrada do Guriri (RJ-102). No mesmo período foram capturados 32 cavalos na Estrada de Campos Novos; além de 23 na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106), em Tamoios, e mais 14 em outras regiões de Cabo Frio, entre as quais o bairro Jardim Esperança.

Segundo o secretário de Agricultura e Pesca de Cabo Frio, Daniel Couto Fernandes, nas rodovias estaduais a incumbência pela fiscalização e apreensão de animais é do Governo do Estado, mas a Prefeitura também realiza o trabalho constantemente nesses locais. 

“Realizamos esse trabalho diariamente, principalmente nas vias de grande circulação de veículos. Só nesta semana, nossa equipe retirou das ruas oito animais. Na quarta-feira (3), foram capturados cinco, sendo um na Estrada do Guriri, um na Estrada da Integração e três no Jardim Esperança. Na segunda-feira (1º), foi realizada a apreensão de outros três animais nas imediações da Estrada do Guriri”, explica ele.

Os animais capturados são levados para a Fazenda Campos Novos, onde são resenhados, ou seja, cadastrados no arquivo da Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca, enquanto aguardam a retirada. 

A retirada dos animais da Fazenda é feita mediante o pagamento de multa no valor de R$ 154,30, na primeira apreensão. Já nos casos de reincidência o valor duplica, chegando a R$ 308,60. Se o animal for apreendido novamente, o mesmo não é devolvido ao proprietário.

É possível denunciar a presença de animais em vias públicas pelo telefone 153, da Guarda Civil Municipal, que encaminha os pedidos de apreensão para a Secretaria de Agricultura.

Ainda segundo Daniel Fernandes, para solucionar o problema, os proprietários dos animais de grande porte devem mantê-los presos, em locais cercados, sem a possibilidade de fuga. 

“A presença de cavalos, bois e vacas nas ruas da cidade, principalmente nas rodovias, oferece riscos às pessoas e também aos animais. Nosso papel de fiscalização está sendo feito, mas os proprietários também têm a responsabilidade de manter todos os animais confinados em espaço adequado, com água e alimentação, sem a possibilidade de que escapem para as vias públicas”, finaliza o secretário.

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.