Assine Já
sábado, 27 de fevereiro de 2021
Região dos Lagos
27ºmax
21ºmin
Tropical
Tropical mobile
TEMPO REAL Confirmados: 26413 Óbitos: 912
Confirmados Óbitos
Araruama 6711 182
Armação dos Búzios 3191 32
Arraial do Cabo 855 37
Cabo Frio 7283 352
Iguaba Grande 2510 55
São Pedro da Aldeia 3488 126
Saquarema 2375 128
Últimas notícias sobre a COVID-19
NADA MUDA

Prefeitura de Búzios garante manutenção da barreira sanitária

Estrutura parou de funcionar nesta sexta (22), mas guardas voltaram à noite

23 janeiro 2021 - 11h32Por Redação

A Prefeitura de Armação dos Búzios informou nesta sexta-feira (22) que a barreira sanitária será mantida, após os rumores de que ela acabaria. Horas antes, a estrutura estava sem agentes e desta forma ficou o dia inteiro. O trabalho só foi retomado por volta das 19h30 e permanece neste sábado (23).

Em comunicado, o município disse que
apenas a barreira não está sendo suficiente para conter a disseminação do coronavírus, visto que muitos automóveis utilizam outras vias para ingressar no município, descumprindo as normas sanitárias.

Além disso, a Prefeitura disse que vai manter a fiscalização nos estabelecimentos, prevista no decreto municipal 1.533, que reduz a capacidade máxima dos estabelecimentos em 50%, do Decreto 1.536, que proíbe a realização de eventos públicos e privados com cobrança de ingresso, intensifica a fiscalização do Decreto 1.523, que torna obrigatório o uso de máscaras, onde o descumprimento da medida gera multa administrativa no valor de R$700.

A fiscalização das medidas será realizada nos meios de hospedagem, comércios, praias, restaurantes, bares e locais públicos em relação às medidas preventivas contra a Covid-19.

Associação Comercial questiona barreiras abertas

A diretoria da Associação Comercial e Empresarial de Búzios (ACEB) reuniu-se na tarde desta sexta-feira (22), para tratar da retirada dos guardas municipais e equipe de fiscalização nas barreiras sanitárias, apontadas como uma das medidas previstas pelo Ajustamento de Conduta (TAC) entre a Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro com a Prefeitura.  

Devido à falta a de informação e dificuldades de comunicação, que já geravam repercussão na mídia de interesse regional e nacional, e temendo que a concretização da extinção das barreiras viesse a prejudicar a cidade, a diretoria reuniu-se com representantes do Poder Legislativo, os vereadores Gugu de Nair e Rafael Braga, e representantes do Poder Executivo, o secretário de Turismo, Cultura e Patrimônio Histórico Romano Lorenzi, acompanhado de membros de sua equipe. Também estava presente repórter da imprensa local e representantes do setor turístico da cidade. 

Houve questionamentos sobre a real situação da cidade, já que todos foram pegos de surpresa com as barreiras abertas sem nenhuma informação oficial do que estava acontecendo. 

Os vereadores assumiram também desconhecer até aquele momento a situação, mas afirmaram que estavam também cobrando um posicionamento da Prefeitura. 

O secretário Romano Lorenzi afirmou que a atual gestão tem conhecimento do TAC e dos termos a serem obedecidos e que estuda-se uma nova abordagem para a atuação na barreira. Lorenzi falou sobre a possibilidade de funcionamento em “horário de pico”, sem explicar como seria a logística. O secretário se comprometeu ainda, em trazer à ACEB informações detalhadas sobre o assunto, mas garantiu que as barreiras não serão extintas, sem poder explicar o motivo da ausência de servidores no local durante todo o dia.
Mais cedo, no mesmo dia, a diretoria da ACEB esteve na Câmara de Vereadores para reunião com o presidente da Casa, Rafael Aguiar, que informou por mensagem que não poderia comparecer por estar em um compromisso no Rio de Janeiro.  A reunião foi remarcada para a próxima segunda-feira (25). 

 

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.