Assine Já
terça, 27 de julho de 2021
Região dos Lagos
27ºmax
15ºmin
TEMPO REAL Confirmados: 45921 Óbitos: 1853
Confirmados Óbitos
Araruama 11325 353
Armação dos Búzios 5456 57
Arraial do Cabo 1564 87
Cabo Frio 12520 751
Iguaba Grande 4746 114
São Pedro da Aldeia 6144 273
Saquarema 4166 218
Últimas notícias sobre a COVID-19
REABERTURA GRADUAL

Prefeitura de Araruama flexibiliza medidas de isolamento a partir desta quarta (17)

Decreto prevê reabertura de templos religiosos com metade da capacidade para este domingo (21)

16 junho 2020 - 15h11Por Redação

A Prefeitura de Araruama vai dar início à flexibilização parcial de atividades econômicas no município a partir desta quarta-feira (17). O decreto que traz as medidas de relaxamento foi assinado pela prefeita Lívia Bello (PP) nesta segunda-feira (15). A partir desta quarta, estão autorizados a retomar as atividades as papelarias, lojas de utilidades, relojoarias, armarinhos, lojas de cama, mesa e banho, lojas de tecidos, lojas de utensílios, lojas de vendas de veículos e concessionárias, lojas de cosméticos e higiene pessoal, lojas de eletrônicos e acessórios, lojas de departamentos, lojas de eletrodomésticos, lojas de móveis, lojas de roupas, lojas de calçados e similares.

O decreto prevê também que os templos religiosos poderão dar início às suas atividades e reuniões, com metade da capacidade, a partir deste domingo (21). Será necessário um distanciamento de um metro entre os assentos, que deverão estar demarcados, para facilitar a acomodação dos fiéis. Também será obrigatória a aferição de temperatura na entrada do recinto, por meio de um termômetro infravermelho de testa, de modo a impedir a entrada de pessoas em estado febril, que deverão ser orientadas a procurar na rede pública de saúde a unidade de triagem com funcionamento 24 horas.

Barbearias, salões de beleza e centros de estética poderão funcionar, desde que sejam respeitadas as medidas preventivas de distanciamento e número reduzido de atendimento com hora marcada, mantendo-se a restrição de um cliente por vez no interior do estabelecimento, uso de máscaras e proibido acompanhantes.

Os estabelecimentos autorizados a funcionar deverão disponibilizar álcool 70 em gel aos consumidores na entrada e fornecê-lo para uso dos funcionários, assim como máscaras de proteção. Os estabelecimentos também só podem vender a consumidores que estiverem de máscara. Um funcionário também deverá ser destacado para organizar o ambiente e garantir o distanciamento mínimo de um metro entre as pessoas na fila e marcação dentro do estabelecimento através de pintura ou adesivo indicando o distanciamento adequado, em especial próximo aos caixas e balcões.

Os supermercados, farmácias e postos de gasolina poderão continuar a funcionar no horário normal. Já o funcionamento de restaurantes, limitando o atendimento ao público a 50% da sua capacidade de lotação, com distanciamento de dois metros entre as mesas, podendo somente manter suas atividades até às 21h. Lojas de roupas, calçados e perfumarias ficam autorizadas a funcionar de 13h às 20h. Todos os demais estabelecimentos com autorização de funcionamento terão de encerrar suas atividades às 18h.

Supermercados, farmácias, lojas de departamento, templos religiosos e demais estabelecimentos que possuam mais de três funcionários estão obrigados a manter na entrada dos mesmos, um funcionário aferindo a temperatura dos clientes através de termômetro infravermelho de testa, de modo a impedir de entrar ao recinto pessoas em estado febril e ainda orientar a procurar a rede pública de saúde.

Os ônibus municipais devem circular com metade da lotação e as janelas destravadas e abertas de modo que haja plena circulação de ar nos coletivos. Os passageiros só podem entrar se estiverem de máscara. As agências bancárias, dos correios e lotéricas, funcionarão com até 50%  de sua capacidade de atendimento em seu interior por vez, observadas as normas da vigilância sanitária de distanciamento, higiene e uso de máscaras.

As feiras livres que realizem a comercialização de produtos de gênero alimentício, os hortifrutigranjeiros e que têm papel fundamental no abastecimento local poderão ocorrer, sendo vedada a permanência no local, consumo e aglomerações e, ainda, que os feirantes mantenham as barracas com distanciamento mínimo de dois metros, utilizem máscaras de proteção e disponibilizem álcool 70% ao público.

Serviços da área médica, como: hospitais, clínicas médicas, consultórios, laboratório de exames e serviços de tratamento na área da saúde em geral podem funcionar de forma irrestrita.

De outro lado, as aulas da rede pública e privada de ensino, incluindo as creches municipais, anexos creches e casas creches, além das unidades de ensino superior, permanecem suspensas até 30 de junho. Também permanecem suspensos o funcionamento de bares e quiosques; o funcionamento de academias, centros de ginástica e estabelecimentos similares; o funcionamento de shopping centers, centros comerciais e estabelecimentos similares. O acesso da população continua proibido em praias, lagoas, lagunas,rios, praças e piscinas públicas/clubes.

 

 

 

 

Descubra por que a Folha dos Lagos escreveu com credibilidade seus 30 anos de história. Assine o jornal e receba nossas edições em casa.

Assine Já*Com a assinatura, você também tem acesso à área restrita no site.